quarta-feira

10

junho 2009

2

COMMENTS

Unidades Básicas de Cultura Pop

Written by , Posted in Uncategorized

O Gustavo Mini está em ótima fase, rabiscando bons textos atrás de bons textos.

Nos últimos dias tem falado do que tem chamado das Unidades Básicas de Cultura Pop, indo de Harry Potter a Trapalhões e Guerra nas Estrelas em milisegundos e fazendo a ponte com a cultura inclusiva produzida de 2001 pra cá:

“(…) se você não está acompanhando a série [Harry Potter] agora em algum nível, prepare-se para ser excluído: você vai perder o fio da meada da maior parte dos produtos da cultura pop dos próximos trinta anos. (…) Se você tem aí entre 25 e 35 anos, com certeza teve algum nível de contato com a série Guerra nas Estrelas ou Os Trapalhões. Da mesma forma, deve ter amigos que não absorveram essas referências e hoje têm dificuldades em serem engajados por determinadas músicas, programas de televisão, filmes ou seriados produzidos hoje.”

Segue o Mini:

“O punk, o new wave e o grunge traziam a marca da exclusão. O punk brigava com o “sistema”, a new wave com a simplicidade, o grunge com o sistema de novo. Os anos 2001 não vieram pra brigar com ninguém. Sua arma foi a inclusão. Tá todo mundo no mesmo barco. Strokes com Cristina Aguillera, guitarras com pista de dança, 45 músicas onde Emerson Lake and Palmer convivem com Basement Jaxx, um aparelho que permite carregar toda sua biblioteca musical junta, um filme no qual um garoto com poderes mágicos transita entre o mundo da magia e o mundo dos trouxas.”

Você deveria estar lendo isso.

A vizinhança por aqui, como se vê, é uma beleza. E dizem que tem gente boa de mudança pra cá. Hein? Opa, não era pra falar disso agora. Mal aê.

Deixe uma resposta

2 Comments

  1. Justiceiro

Deixe uma resposta para raul costa Cancelar resposta

%d blogueiros gostam disto: