sexta-feira

12

agosto 2005

0

COMMENTS

Emparedado

Written by , Posted in Uncategorized

Atrasado. Essa é o principal adjetivo para descrever o discurso do presidente Lula, há pouco. Atrasado tanto pela demora em acontecer — mais de um mês após o início das denúncias — quanto no aspecto do conteúdo, que parecia falar de uma crise ainda incipiente.

Não é. A coisa tá feia. Lendo um texto de maneira fria e evitando citar nomes, Lula disse que não sentia vergonha de pedir desculpas pelo governo e pelo PT. Pois deveria. Afinal, com ou sem sua participação, isso tudo está acontecendo nos bastidores do partido que ele fundou e através do qual conquistou a presidência.

A medida que a caca se aproxima do ventilador, a oposição, fixada com a idéia doimpeachment, vibra. Como se isso fosse uma solução interessante num país ainda em processo de democratização. Por outro lado, Lula e o PT, insistem na teoria conspiratória de um golpe das elites.

Se de fato há um golpe sendo tramado, resta armar o contra-golpe. Lula tem em suas mãos a chance de fazer uma reforma política histórica e realizar uma verdadeira faxina no Congresso. Mesmo que, depois disso, não sobre um por lá (o que, convenhamos, não seria de todo mal).

Foram tantos acordos e aliança políticas (algumas duvidosas) para tornar possível sua eleição que, embora tenham ocorrido avanços em algumas áreas, limitaram as possibilidades de ação do governo. Parcerias com a elite elitizaram o governo, pode-se dizer.

Dois anos e meio depois, sufocado por uma das maiores crises instituicionais recentes, Lula tem a chance que sempre esperou. Se está emparedado pelas elites, que estariam descumprindo os acordos feitos em prol da governabilidade (e cabe tanta sujeira debaixo dessa definição…), essa é a hora de dar o troco.

O cenário está perfeito. Talvez essa crise seja a melhor coisa que poderia ter acontecido ao PT em muito, muito tempo.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: