quarta-feira

10

agosto 2005

1

COMMENTS

Independência, sempre

Written by , Posted in Urbanidades

Editorial

Seguindo o compromisso de transparência do URBe, escrevo esse editorial (o segundo em 2 anos de existência) para informar sobre uma novidade no saite.

A partir de amanhã, haverá publicidade no URBe. Para evitar mal entendidos sobre o assunto — ainda uma novidade no universo de saites brasileiros fora dos grandes portais — tudo será feito de maneira clara, a começar por esse aviso, mas não se restringindo a isso.

A linha editorial continuará a mesma. Escrevo sobre o que acredito, sempre buscando uma postura crítica em relação aos temas. Isso não vai mudar, simplesmente porque não acredito em outra maneira de se fazer jornalismo. A única diferença será a presença da propaganda em áreas pré-determinadas.

Não existe matéria paga no URBe. Os anúncios virão em forma de banner, de maneira explícita, nunca disfarçados, dentro dos textos (como fazem alguns jornais) ou em qualquer outro lugar. Para os assinantes da mala-direta, vale a mesma regra: nas mensagens publicitárias, que não serão constantes, haverá um aviso de que se trata de tal.

A finalidade do URBe nunca foi obter lucro. O saite existiria — e continuará existindo — independente disso. No entanto, escrever é minha profissão e o objetivo é conseguir ganhar a vida fazendo isso. Tarefa especialmente difícil no atual panorama jornalístico brasileiro.

Infelizmente, não existe outro modelo de negócio financeiramente possível na internet que não seja através da publicidade. O conteúdo restrito à assinantes se provou inviável. Do ponto de vista do leitor, é antipático. Para quem escreve, limita a quantidade de leitores, o que é pouco atrativo. A contribuição espontânea dos leitores (gente que, sem obrigação, paga seus saites favoritos quanto e quando quer), uma realidade nos EUA, ainda é algo longe de acontecer por aqui.

Muito mais do que uma vaga num grande jornal ou num canal de TV, meu “emprego dos sonhos” é o URBe. Por isso, notar que depois de apenas 2 anos na rede, o saite se tornou atrativo para publicidade é sinal de que isso possa vir a acontecer. Não para ganhar dinheiro ou enriquecer, mas para poder continuar escrevendo sobre o que eu gosto.

Anúncios

Deixe uma resposta

1 Comment

Deixe uma resposta

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: