sexta-feira

30

dezembro 2016

1

COMMENTS

Os bons discos nacionais de 2016

Written by , Posted in Destaque, Música

15781908_1298084036943013_1513903083_n

Confira também as listas de com Os bons discos internacionais de 2016 e Os bons shows de 2016.

O disco nacional de 2016: 

Anos de trabalho e finalmente Céu acertou tudo: sonoridade, capa, clipes, visual; interpretação, temas, posicionamento. “Tropix” marca a confirmação de quem eram uma eterna promessa. A produção de Pupillo e General Elektriks ajudou muito, mas quem já trabalhou com a cantora diz que ela delega pouco e sabe bem o que quer. Dessa vez, surgiu decidida e conectada, sabendo transpor ideias para algo altamente assimilável pelo público, sem fazer concessão de qualidade.

Céu, “Tropix”

Mahmundi, “Mahmundi”

arthur-verocai-o-voo-do-urubu-urbe

Arthur Verocai, “O Voo do Urubu”

Joutro Mundo, “Brazilian Boogie & Disco Reworks, Vol. 1”

O Terno, “Melhor Do Que Parece”

BaianaSystem, “Duas Cidades”

Bixiga 70, “The Copan Connection: Bixiga 70 Meets Victor Rice”

Dona Onete, “Banzeiro”

Carne Doce, “Princesa”

Pedro Miranda, “Samba Original“

Tom Zé, “Canções Eróticas de Ninar”

Wado, “Ivete”

 

Aymoréco, “Aymoréco”

Autoramas, “O Futuro do Autoramas”

 

Anúncios

Deixe uma resposta

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anúncios