digital Archive

quinta-feira

19

abril 2018

0

COMMENTS

A invasão dos fãs: o colapso da quarta parede e a tomada do palco

Written by , Posted in Digital, Música, Sem categoria

Há duas semanas, publiquei no Meio &  Mensagem o artigo “A invasão do fãs: o colapso da quarta parede e a tomada do palco”, tradução de um artigo que postei originalmente em inglês no meu Medium, em 2016.

O futuro da música ao vivo já chegou. É o mesmo de sempre: um grande talento, com grandes canções e capacidade de criar performances incríveis… Isso nunca mudará. A novidade é que a era da interação com os fãs começou para valer. E eles querem ir além do tradicional cartaz, que sempre rola nos shows de rock, onde lê-se: “deixe-me tocar/cantar [coloque o nome de uma música aqui] com vocês”.

O palco, logo menos, não será o único foco. Os artistas em ascensão estão reinventando o papel do fã. E eles também querem estar no palco.

Confira o texto completo nos links acima.

Anúncios

terça-feira

24

outubro 2017

0

COMMENTS

A nova tab Explore e como isso afetará as páginas de Facebook

Written by , Posted in Digital

Mudanças a vista. O Facebook inaugurou uma nova aba, Explore. Similar a do Instagram, exibirá conteúdos relacionados ao que você gosta e que potencialmente lhe interessarão. A mudança mais radical é que em breve todos os posts feitos por páginas de marcas, veículos de comunicação, etc, aparecerão apenas nessa aba. Mesmo que um amigo compartilhe o conteúdo de uma página, é lá que esse link vai aparecer.

Com tantos assuntos, faz tempo que o Facebook carece de abas de sessões. Você entra pra saber a boa da night, se derrete com bebês de amigos e sai espumando de raiva com analfabetos políticos. Vai pra saber a quantas andam os amigos e toma “conteúdo” de página que nem lembra de ter seguido.

Seria mais fácil se fosse possível navegar por posts separados por assuntos. A novidade, porém, ainda não é essa solução ideal. Separar posts de pessoas de posts de páginas começa a despoluir o timeline um pouco.

Por outro lado, as páginas vão penar ainda mais, escondidas numa segunda aba e precisando mais do que nunca pagar por anúncios para aparecer. Como o Facebook quer seu tempo de tela e vai fazer de tudo pra vc gastar mais do seu precioso tempo por lá, é interesse da empresa que as pessoas naveguem sim por esse conteúdo para vender mais anúncios e assim sucessivamente.

De alguma forma, o interesse por receitas do FB x visibilidade das páginas se equilibrará. Afinal, observe a aba Explore do Instagram e levanta o dedo quem não fuxica muito aquilo lá .

quinta-feira

11

fevereiro 2016

0

COMMENTS

Fanzine Mosh volta à ativa após sucesso na década de 80

Written by , Posted in Digital, Imagem

Fanzine Mosh URBe

Conhecida pelos fãs de hardcore e heavy metal, a revista Fanzine Mosh está retornando às atividades. A ideia do zine começou nos anos 80 quando quatro amigos, adolescentes entre 13 e 16 anos, sentiram necessidade de ter mais informações sobre seus músicos preferidos. Em busca de entrevistas, matérias e resenhas, os jovens usavam cartas e telefonemas para se comunicarem com seus ídolos.

O Fanzine Mosh chega a sua décima edição e lança a primeira versão digital da revista. O grupo se apoia no diferencial de sua equipe, que conta com artistas e pessoas de nome no meio música que assinam resenhas, colunas e matérias.

“Pensar hoje em editar uma revista vai na contra mão de todo um mercado que foi dizimado pela internet. Quem trabalha ou trabalhou sabe, com a entrada da internet os mercados fonográficos, audiovisual e gráfico foram desconstruídos. E sabendo desta nova realidade é que nos adaptamos e entendemos que o mercado mesmo canibalizado pode se ainda ter produtos que sejam sustentáveis e com excelente conteúdo. Iremos dar um passo significativo em matéria de qualidade do site com resenhas e matérias de qualidade e entrevistas em diversos formatos. Assim como o site a revista digital e a física, sempre serão disponibilizadas de uma forma gratuita para todos os leitores.”, conta o editor da Mosh.

terça-feira

15

dezembro 2015

0

COMMENTS

Conheça o Vidme, plataforma de publicação de vídeos sem necessidade de conta

Written by , Posted in Digital

Vidme URBe

Criada por Alex Benzer e Warren Shaeffer, o Vidme é uma plataforma que permite aos usuários subir vídeos curtos, de pouca relevância, sem a necessidade da criação de conta. Assim como o Imgur, site de hospedagem de fotos, o Vidme surgiu pela já consolidada rede social Reddit, conhecida pelo grande fluxo e compartilhamento de arquivos.

Com quase dois anos de existência, a empresa já acumula pouco mais de 3 milhões de dólares em investimento e planeja o desenvolvimento de animações originais, projeto liderado pelo ilustrador e designer gráfico Stefan Bucher.

O Vidme também pretende mudar os conceitos de arrecadação, permitindo marcas segmentarem sua publicidade pelos interesses dos usuários dentro do site, e anúncios de no máximo cinco segundos.A plataforma já está disponível no desktop e também em app para iOS e Android.

sábado

13

abril 2013

2

COMMENTS

Os primeiros minutos de “Get Lucky”, do Daft Punk, com Pharrell Williams

Written by , Posted in Destaque, Música

O Coachella começou ontem e já trouxe boas novidades além dos palcos. Durante um dos intervalos passou um comercial de “Random Access Memories” com um minuto e meio de “Get Lucky”, com participação do Pharrell Williams. É um trecho extendido daquela levada de guitarra que vem sendo repetida insistentemente na divulgação.

De quebra, ainda oficializou a lista com os outros colaboradores: Julian Casablancas, Panda Bear, Paul Williams, DJ Falcon, Chilly Gonzales e o trio que já vimos nas entrevistas de lançamento Nile Rodgers, Giorgio Moroder e Todd Edwards.

Ah, o curto clipe mostra Nile Rodgers na guitarra e os robôs no baixo e bateria, transparentes com o teclado já revelado. Digo, repito e rearfimo: esse novo show é com banda. Será que esse é o time oficial ao vivo também? Chuto show de lançamento no Madison Square Garden, com o time completo de colaboradores.

A estratégia de lançamento, sem nada além das vídeo entrevistas até aqui, tem feito o material circular amplamente através de print screens, filmagens de celular e rumores. Boa parte do que se conheceu do disco até aqui está sendo em formato lo-fi. Nem fotos, nem trechos de música foram em qualidade alta foram lançados ainda. Tipo zine de xerox.

A dupla estava no festival e assistiu a exibição da propaganda. Não devem ter ficado muito impressionados com a reação morna da plateia (atualização: nesse segundo vídeo o público parece bem mais empolgado)

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: