sexta-feira

11

junho 2004

1

COMMENTS

O homem e a máquina

Written by , Posted in Resenhas

A apresentação de ontem do brasiliense Marcelo de Jesus, o Nego Moçambique, no Fosfobox, foi mais uma prova do estrago que uma sacola lotada de samples e bases pré-programadas pode causar.

Não se tratava de um DJ set, tampouco de um live pa ultra elaborado com uma banda de apoio. O esquema é reduzido. Ele se apresenta acompanhado “apenas” de um MPC — a tal sacola lotada – e de uma mesinha para controlar os efeitos. Ah, tem também a presença de palco, um elemento à parte.

O som é uma mistura de black music, muitos pancadões, pitadas de break e um esbarrão no house, ainda assim resultando em algo bem brasileiro, veja só. O fato é que ninguém fica imune a essa saraivada de grooves. Vendo a reação da galera, dando gritos e dançando muito, Nego não resistiu e mandou no microfone: “”Vocês gostam de um Miami bass, né? Ê, cidade boa…”. O sample da música seguinte, repetidos várias vezes, respondeu por todos; “maneiro”.

Durante o set, Nego Moçambique não pára. Faz passos de dança, levanta os braços e faz a pista chacoalhar junto com ele. Pra completar, ainda faz os vocais, com sua voz mascarada por um vocoder. A melhor palavra pra descrevê-lo é carisma, aquele troço que não se explica nem se aprende, ou a pessoa tem ou não tem. E Nego Moçambique, definitivamente, tem.

Esse carisma deve ter sido um dos responsáveis pela reunião de boa parte da cena eletrônica carioca para assistir a apresentação. DJs, produtores, músicos, jornalistas, tava todo mundo lá para conferir o set, superior ao bom disco lançado pela Segundo Mundo.

Inaugurado no final de abril, o Fosfobox não nega o nome. Pilotado por Cabbet Araújo, o tamanho reduzido acaba servindo como diferencial, dando as noitadas um certo ar de exclusividade. O lugar, undergrounde de verdade, lembra bastante o clima dos longíquos bons tempos da Bunker.

Do jeito que foi ontem, dá pra imaginar a repercussão que as apresentações no Favela Chic (Paris) e principalmente no festival espanhol Sónar (onde também toca o DJ Marlboro) devem ter. Vai faltar cintura pra gringalhada se balançar.

Anúncios

Deixe uma resposta

1 Comment

Deixe uma resposta

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: