terça-feira

8

setembro 2015

0

COMMENTS

Transcultura #166: Andy Shauf

Written by , Posted in Imprensa, Música

andy-shauf-2
foto: divulgação/Chris Graham

Texto originalmente publicado na “Transcultura”, coluna que publico todas as sextas no jornal O Globo.

O folk solitário do canadense Andy Shauf
Músico emociona em seu segundo álbum, ‘The bearer of bad news’
por Bruno Natal

O título não é lá muito convidativo, porém “The bearer of bad news” (“O portador de más notícias”), segundo disco cheio de Andy Shauf — e o primeiro que ele realmente gosta, de acordo com o próprio, que já havia lançado três EPs antes dos 20 — é uma belezura só. Como o título sugere, os temas vão da solidão ao arrependimento, contados sob a perspectiva de um canadense da remota província de Sascachevão.

Com uma formação de guitarra, baixo, bateria, teclado, clarinete e violino, o som espaçoso dos arranjos reflete a imensidão das planícies geladas onde Shauf cresceu. Citando Dashboard Confessional e Elliot Smith como referências, o estilo introspectivo remete também ao escocês King Creosote. As melodias complexas resultam num folk de mentalidade pop, por vezes fazendo lembrar um Tame Impala, se esse fosse desplugado, seja nos quase nove minutos de “Wendell walker” ou na batida quase fúnebre de “Covered in dust”.

Composto ao longo de quatro anos e gravado no porão da casa dos pais, onde Shauf tocou tudo sozinho, “The bearer of bad news” é daqueles discos pra ouvir só, que vai crescendo a cada rodada, sempre revelando novos segredos. Trilha boa pro inverno que se aproxima.

 

Anúncios

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: