mídia Archive

segunda-feira

18

maio 2009

2

COMMENTS

“E precisa?”

Written by , Posted in Uncategorized


Tom Jobim, via patrikschulze

O caso Burguer King apareceu na 9a posição no ranking dos 10 assuntos mais importantes do dia 15 de maio, compilado pela revista Época, que também publicou nota sobre o assunto (onde felizmente sou citado dizendo que isso tudo é uma grande bobeira), e outros blogueiros comentaram o assunto.


Revista Época

Quero só ver quando as histórias da edição dedicada ao Brasil da Vice chegarem por aqui (não sei se a versão nacional, prestes a estreiar, vai republicar essas matérias).

Algo me diz que o humor corrosivo da revista para contar histórias, como a do repórter obrigado a entrevistar Oscar Niemeyer de bermudas após um assalto BIZARRO na noite anterior, não vai cair bem por aqui.

Pra encerrar a discussão iniciada pelo incidente do hamburguer, Tom Jobim (a partir de 3:54) comenta sobre a recorrente acusação de que falava mal do Brasil no exterior.

sábado

16

maio 2009

17

COMMENTS

Síndrome de vira-lata

Written by , Posted in Urbanidades

A histeria midiática e política que viria quando a campanha do Burguer King veiculada na Inglaterra se tornasse conhecida por aqui era prevista.

Comentários insandecidos, repletos de ufanismo barato, também. Era esperado até mesmo que a piada da campanha (sem graça e desrespeitosa, sim) fosse descontextualizada ou má interpretada.

Não é novidade. Foi assim com o episódio dos Simpsons passado no Rio ou com a campanha de moda italiana com PMs.

A peça da lanchonete faz referência ao conhecido (lá e cá) caso do inglês Ronald Biggs, que assaltou um trem pagador e fugiu para o Rio, onde viveu em liberdade. Seu filho inclusive integrou a Turma do Balão Mágico.

Impunidade e corrupção no Brasil são fatos, não é invenção. Preste atenção na notícia que estava na capa, publicada ao lado do incidente do hambúrguer.

Agora, uma canelada dessas não dava para prever. Difícil imaginar algo tão gratuito e oportunista quanto essa peça da Ediouro (alô, alô, W/Brasil!).

Em vez de atacar a lanchonete — o que já seria uma besteira — viraram o canhão contra… Londres! Que vergonha.

Pior mesmo é ver meu nome (creditando a foto da matéria) misturado na peça de publicidade. Não coloquei a foto no URBe como manifesto, muito menos um tão baixo quanto esse, apenas como notícia.

Quanto a generalização do título (“para quem mora no Rio nunca passou pela cabeça comprar uma passagem só de ida para Londres”), respondo: pela minha não apenas já passou a idéia, como inclusive já coloquei em prática e adorei. Repetiria a experiência feliz da vida.

Se como diz o ditado “a verdade dói”, em vez de perder tanto tempo combatendo um anúncio bobo desses, bem que os ultrajados poderiam redirecionar essa energia para fazer daqui um lugar melhor.

quarta-feira

18

março 2009

0

COMMENTS

Viral

Written by , Posted in Urbanidades

Esse vídeo é o estudo de caso da ação bolada pela Droga5 para Ecko. Dá pra assistir no saite da agência ou clicando aqui (não há como inserir no blogue).

Olha o tamanho da repercussão que isso teve. A partir de agora só respeito viral daí pra cima. Hahaha!

sexta-feira

20

fevereiro 2009

1

COMMENTS

O poder dos blogues

Written by , Posted in Urbanidades

Utilizando o caso da brasileira supostamente atacada por extremistas na Suíca como ponto de partida, o Blog de Guerrilha faz uma boa análise da crescente importância dos blogues na mídia nacional:

“Blog tem força para influenciar a mídia, não as conversas no cabelereiro. Se você quer chegar no povão semeando algo em blogs, mire na mídia. Uma coisa que “está bombando na blogosfera” muito provavelmente está sendo ignorada nas ruas. Quem acredita nisso está assumindo que é o centro do universo, quando na verdade nós é que estamos na periferia. O “centro do universo” ainda é o Jornal Nacional.”

E conclui:

“O poder de um blog não está em quantos visitam, mas sim em quem visita”. É impressionante ver como a turma de “social media” [das agências de publicidade] adora replicar esta frase de efeito (muitas vezes para justificar para um anunciante porque aquela citação num blog de 200 vistas/dia é “legal”), mas na prática ignora isso, quase sempre propondo ações que em vez de seduzir o blogueiro pelo benefício de reputação acabam se revelando latões de lixo para jogar a sua credibilidade fora.”

Uma mudança está em curso e boa parte da mídia impressa resiste. Com a transição de formatos em mente, Pedro Doria escreveu sobre as tranformações que estão ocorrendo no jornalismo:

“A IDEO fez um estudo para o Detroit Free Press, o jornal em piores condições do grupo. Sua primeira conclusão explica tudo: aqui nos EUA, os leitores com menos de 40 anos não lêem jornais.”

Já a revista Época fala da descoberta dos blogues pelo meio publicitário:

“Se os blogs se tornaram tão populares e influentes, quanto tempo levaria até que as agências de publicidade percebessem seu poder de comunicação? O mesmo vem acontecendo com as comunidades em redes sociais, como Orkut e Facebook, e os fóruns de discussão. Essa tendência é ao mesmo tempo um estímulo e uma ameaça aos blogs. É um estímulo porque a publicidade ajuda os blogueiros a se financiar. E, portanto, investir em seus blogs para torná-los melhores. Mas é também uma ameaça. Os blogs carregam uma aura de mídia alternativa, independente, revolucionária. E os posts pagos podem levar os internautas a duvidar da veracidade das opiniões dos blogueiros – que é, na maioria das vezes, seu maior capital.”

Fontes: Dani > Mason > Felipe.

sexta-feira

22

agosto 2008

3

COMMENTS

%d blogueiros gostam disto: