sexta-feira

20

agosto 2004

0

COMMENTS

O Globo On Line, 20/08/04

Written by , Posted in Imprensa

Durante a viagem para os EUA e Inglaterra para fazer o documentário “Dub Echoes”, escrevi uma coluna no Globo On Line, espécie de diário de bordo atualizado sempre que possível.

Essa foi a terceira entrada.

——-

Os ladroes chiques de Washington

NOVA YORK – A busca pelos artistas de hip hop em Nova York fracassou. Quer dizer, fracassar não é bem a palavra, houve um desencontro. Quando os contatos do Grandmaster Flash, Kool Herc, DJ Spooky e Mos Def finalmente apareceram, já era hora de partir para Los Angeles. Nem por isso os dias em NY foram menos produtivos. Além dos jamaicanos Bullwackie e do King Jammy, foi hora de falar com nomes mais recentes do dub e do downtempo.

Após uma viagem de quatro horas até Washington DC, cheguei a sede da Eighteen Street Lounge (ESL), gravadora do Thievery Corporation. O estúdio da dupla fica no segundo andar de uma casa em estilo mal assombrado-chic. Rob Garza e Eric Hilton estavam finalizando o próximo disco do Thievery, que só sai em fevereiro e, pelo pouco que mostraram, promete compensar quem se decepcionou com “The richest man in Babylon”.

Por falar em “Richest man…”, está para sair um EP com oito remixes dessa música, só cacetada. Voltando ao trabalho novo, o disco trará participações tão inusitadas quanto Perry Farrel e Flaming Lips, alem de Sister Nancy, cantora de reggae que gravou a clássica “Bam bam”, favorita entre os djs do gênero no Rio.

Rob (com um visual Che Guevara, de barba, boina e cabelo grande) e Eric fizeram uma das melhores entrevistas até agora. Apesar do tempo curto, deram respostas certeiras e humildes, disseram até que não fazem nada de novo, apenas copiam e juntam referências soltas por aí.

Na mesma noite, de volta a NY, Victor Axelrod, o Ticklah, recebeu a equipe em seu estúdio, o porão da sua casa no Brooklyn. Foi Ticklah quem produziu o excelente “Dub side of the Moon”, versão chapada do (adivinha?) “Dark Side of the Moon” do Pink Floyd, e tambem o “Hi Fidelity Dub Session presents Roots Combination”.

Totalmente ligado no reggae e dub dos anos 70 e 80, Ticklah não ouve muito os sons atuais. Quando recebeu o bilhete que Eric Hilton (fã do “Dub Side”) mandou, perguntou: “Thievery Corporation? Sim, já ouvi falar”. Sua entrevista foi bem por esse lado e rendeu bons depoimentos. Pra finalizar, ainda rolou uma dub session exclusiva, devidamente registrada.

Próxima parada, Los Angeles.

Anúncios

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: