quinta-feira

15

setembro 2016

0

COMMENTS

Festival Se Rasgum no Rio

Written by , Posted in Música

copia-de-jaloo_foto-junior-franch

“Se Rasgum” vem de “se rasgar” e “se jogar”, que vem da ideia de se divertir, dançar, “se jogar” na noite. Partiu do sotaque das pessoas da periferia de Belém, local em que nasceu o Festival Se Rasgum, há dez anos, e que chega pela primeira vez no Rio, neste sábado (17) na Fundição Progresso, com entrada gratuita.

Serão cinco shows com dez atrações do Pará que trabalham com sonoridades como brega, pop, guitarrada, tecno, instrumental e carimbó, entre outras. Eles terão como marca uma mistura sonora, com encontros inéditos e parcerias que já existem dentro e fora de estúdio, além de promover o encontro de gerações.

Pinduca & Manoel Cordeiro apresentarão o carimbó com roupagem contemporânea. “Tocar no Rio de Janeiro é sempre uma alegria. Esse ano, especialmente, a frequência de shows no Rio está mais intensa. Toquei com Felipe Cordeiro, Fafá de Belém, Hamilton de Holanda, e a banda instrumental Desumanos, formada por mim, Liminha, Kassim, Stephane San Juan e Felipe Cordeiro. Tive também o prazer de apresentar o disco novo do Pinduca, o Rei do Carimbó e a receptividade no Sesc Tijuca foi ótima. Isso tudo mostra que o ritmo paraense já ultrapassou as fronteiras nortistas. No evento do Festival Se Rasgum vamos selar mais um encontro feliz com o público da Cidade Maravilhosa”, diz Manoel, habitué do circuito de shows do Rio.

Quem faz pop com traços da música paraense são os jovens Felipe Cordeiro & Luê. O show contempla o trabalho já consagrado dos dois cantores e instrumentistas, mostrando como soa o experimentalismo de sonoridades e batuques regionais com pop, rock, progressivo de um lado, e lambada, guitarrada, marujada e toadas de boi do outro. “Estou entusiasmado com essas idas mais frequentes ao Rio de Janeiro. É uma cidade solar, relaxada, criativa. Muitos pontos em comum com Belém. Cada vez faço mais amigos, mais parceiros de música e um público mais consistente. Essa relação está desabrochando e estou feliz por isso”, diz, empolgado, Felipe Cordeiro.

Pluralizando ainda mais a noite, Strobo & Jaloo fazem um show eletrônico com influências da música tecno paraense e mundial. O instrumental da Strobo experimenta com programações e efeitos de guitarra e bateria que, nesta noite, encontram as batidas criadas por Jaloo, com estética essencialmente brega pop. “Minha expectativa em tocar no Rio é a melhor possível, eu adoro tocar no Rio, da ultima vez foi lindo, acho que o Rio tem um dos públicos mais calorosos do Brasil”, diz Jaloo. “Os ensaios com o Strobo tiveram uma sintonia muito bonita, a gente tem uma vibe de som parecida e as coisas estão casando muito bem”.

Palco Arena

22h – Toni Soares & Ana Clara
00h – Pinduca & Manoel Cordeiro
02h – Felipe Cordeiro & Luê

Palco São Sebastião

23h – Strobo & Jaloo
01h – Félix Robatto & Mestre Solano

serasgum-mostra-rio-851x315

Casa da Cultura (Fundição Progresso)
Festival Se Rasgum nas Olimpíadas
17 de setembro (sábado)
21h
Entrada gratuita

Anúncios

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: