segunda-feira

18

junho 2007

1

COMMENTS

Copiando

Written by , Posted in Música

O documentário “Good copy, bad copy”, dirigido por Andreas Johnsen, Ralf Christensen e Henrik Moltke, discute a nova realidade do direito autoral através de entrevistas com Danger Mouse, Girl Talk, Lawrence Lessig, o brasileiro Ronaldo Lemos, falando também sobre a cena Tecnobrega de Belém do Pará.

Muito bem executado, o filme passa, automaticamente, ao topo da lista de fontes de informação sobre o assunto. Fundamental para quem gosta ou trabalha com cultura, não apenas música. Coerentemente, “Good copy, bad copy” pode ser baixado gratuitamente, na íntegra, no saite oficial.

O trailer não resume bem o clima do documentário, que vai além da colagem de depoimentos tecnicos e traz também diversos momentos musicais interessantes. Caso de “Crazy”, do Gnarls Barkley, ganhando versão tecnobrega nas mãos de Beto Metralha, em Belém, para depois ser re-remixada nos EUA, pelo Girl Talk.

A ressalva fica por conta de uma certa ingenuidade na abordagem dos assuntos, tendendo sempre ao olhar positivo e até exótico, passando superficialmente pelos pontos negativos, o que de certa maneira esvazia a discussão.

Um exempo é a apresentação da economia do Tecnobrega — onde, resumindo-se bastante, o CD morreu como produto, os artistas distribuem de graça suas músicas no mercado informal, em busca de divulgação e um consequente aumento nos convites para shows, gerando mais dinheiro. Não se fala a respeito da informalidade não gerar impostos ou esclarece até que ponto o negócio é aberto a qualquer interessado ou controlado por grupos.

Felizmente, o documentário não tenta concluir o assunto, o que seria um erro grave. Apenas abre e elucida a discussão. Obrigatório.

Deixe uma resposta

1 Comment

  1. Rod Carvalho

Deixe uma resposta para Rod Carvalho Cancelar resposta

%d blogueiros gostam disto: