rio 2016 Archive

terça-feira

23

agosto 2016

0

COMMENTS

Nadador Ryan Lochte finalmente admite a verdade para Colbert

Written by , Posted in Imagem

CBS_COLBERT_0193_CLIP1_LOCHTE_893942_640x360

O humor quase sempre faz o resumo mais claro das coisas. Stephen Colbert é ídolo.

E a mesma entrevista ainda rendeu música:

Anúncios

quarta-feira

17

agosto 2016

0

COMMENTS

“Cala a Boca, Galvão” chega à BBC

Written by , Posted in Imagem

Galvão Bueno calar a boca BBC URBe
imagem: Reprodução/TV Globo

Olimpíadas Rio 2016. Prova de natação sendo transmitida ao vivo pela BBC. Silêncio total. Todos a postos. Apenas uma pessoa não para de falar, e só resta a um comentarista da rede britânica dizer: “O comentarista perto de mim precisa calar a boca… “.

É o “Cala a boca, Galvão” atingindo níveis internacionais.

No fim das contas, ficou tudo certo.

Nada no entanto barra seu mico olímpico do ganhou-perdeu-ganhou de Phelps.

terça-feira

2

agosto 2016

0

COMMENTS

Programação das casas oficiais dos países nas Olimpíadas

Written by , Posted in Destaque

Goste, não goste, não importa. Vai começar a festa.

Casas Oficiais Aneis Olimpicos Rio 2016

• Baixo Suíça
Onde: Campo de beisebol na Lagoa
Quando: 1/8 a 18/9
Quanto: grátis
Imperdível porque: O espaço conta com três casas e um parque ao ar livre na beira da Lagoa Rodrigo de Freitas. Entre as atividades estão uma pista de patinação de gelo sintético de 200 m², uma pista de corrida com o sistema de cronometragem e típicas atrações turísticas suíças, como uma gôndola giratória, um trem e um globo de neve gigante. O Baixo Suíça também tem uma área de alimentação, workshop de chocolate, degustação de raclete (queijo derretido com batata, cebola e temperos) e feuerring (churrasco típico). Como legado, a Suíça promete reformar o campo da Lagoa de acordo com as normas da Confederação Brasileira de Beisebol.

• Casa da Itália
Onde:
 Jogos Olímpicos: Clube Costa Brava (Rua Srg. José da Silva, 3621, Joá); Jogos Paralímpicos: Paróquia Imaculada Conceição (Rua Humberto Cozzo, 41, Recreio)
Quando: 
3 a 21 de agosto e 6 a 17 de setembro (horário a confirmar)
Quanto:
Apenas para convidados
Imperdível porque:
O espaço no Clube Costa Brava terá mistura de comida italiana com brasileira e uma salão com telões em 360 graus para uma imersão em paraísos italianos. Também haverá uma apresentação de Roma, cidade candidata a sede dos Jogos 2024. Durante os Paralímpicos, os italianos vão para o Recreio, a poucos quilômetros do Parque Olímpico. A casa instalada numa paróquia é uma parceria entre o Comitê Olímpico Italiano, o Vaticano e a Dioecese do Rio. A comida será preparada por Gabriele Rubini, mais conhecido por Chef Rubio, um ex-jogador de rugby italiano.

• Casa da Holanda
Onde: Clube Monte Líbano
Quanto: 45 euros
Imperdível porque: Esportes de dia, baladas de noite e um telão de 12 x 7 metros para ver as competições. Os frequentadores podem curtir aulas de natação, futebol e vôlei no Clube Monte Líbano ou de surfe e stand-up na praia de Ipanema. A partir das 19h, haverá shows ao vivo e DJs dinamarqueses. A entrada custa 45 euros, vale para o dia inteiro e pode ser comprada no site oficial. O bracelete permite a entrada e saída até 0h do mesmo dia. A cor laranja, usada pelos fãs holandeses, é altamente aconselhada.

• Casa da Áustria
Onde: Clube do Botafogo – Botafogo
Quando: 4 a 21/8
Imperdível porque: Os austríacos preparam um grande restaurante e uma padaria para mostrar suas iguarias, como os pães “semmeln” e o “kornspitz” (feito de centeio, trigo, farelo de soja, linhaça e sal), além do prato “wiener schnitzel”, uma espécie de bife à milanesa. Considerada a melhor casa temática dos Jogos de Inverno 2014, produziu mais de 70 mil pães e bolos. “Em Sochi, éramos os únicos a oferecer pão fresco às 6h da manhã”, lembra Wolfgang Mayer, da diretoria da padaria Backaldrin.

• Casa da República Tcheca
Onde: Centro Empresarial Mário Henrique Simonsen – Barra
Quanto: grátis
Quando: 5 a 21/8
Imperdível porque: Mais de 50 empresas tchecas, como a famosa fabricante de pianos Petrof, mostram seus produtos na casa, que foca nos negócios e na promoção de turismo. Haverá uma escultura de seis metros em homenagem à lenda do atletismo Emil Zátopek (1922-2000), quatro vezes medalha de ouro nos Jogos Olímpicos.

• Casa da Colômbia
Onde: Centro Cultural do Ministério da Saúde – Praça XV
Quando: 4 a 21/8
Quanto: grátis
Imperdível porque: O país organiza sua primeira casa temática em Jogos Olímpicos com degustação de café colombiano e frutas exóticas, como lulo, feijoa e borojó – e também deixa como legado reformas no Centro Cultural do Ministério da Saúde, incluindo uma plataforma elevatória para acessibilidade.

• Casa da França
Onde: Sociedade Hípica Brasileira – Lagoa
Quando: 5 a 21/8
Quanto: R$20
Imperdível porque: As principais competições são transmitidas em telões e o público terá acesso a food trucks de culinária francesa. Durante oito noites, o Picadeiro Armando de Alencar será transformado numa pista de dança, com DJ francês, para receber 2 mil convidados. Os ingressos custam R$ 20,00, mas as festas terão entradas vendidas separadamente. A programação completa e o link para os ingressos estão em www.clubfrance.com.br.

• Casa de Portugal
Onde: Navio Escola Sagres, atracado no Cais da Portuguesa – Ilha das Cobras
Quando: 3 a 22/8
Quanto: grátis
Imperdível porque: Os portugueses estarão sediados em um “barco temático”, o Navio Escola Sagres, de 1937, que atravessará o Atlântico para os Jogos fazendo paradas em Cabo Verde, Recife e Salvador. Aqui, contará um pouco da história do país, que se mistura com a trajetória brasileira.

• Casa Brasil
Onde: Pier Mauá – Zona Portuária
Quando: 4/8 a 18/9
Quanto: grátis
Imperdível porque: Turistas estrangeiros têm aqui um espaço para entender a cultura local, com oficina de preparação de café e degustação de chocolate, cachaça e vinho. O país tem uma das maiores casas temáticas dos Jogos, organizada pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex). Haverá simuladores de realidade virtual e esportes para crianças.

• Casa da África
Onde: Casashopping – Barra
Quando: 5 a 21/8
Quanto: grátis
Imperdível porque: As 54 delegações africanas se reúnem sob o mesmo teto. Ao chegar, o visitante passa por um simulador de avião com cerca de 60 assentos para assistir a um vídeo de três minutos sobre o continente. Um sorteado é convidado a entrar na cabine do piloto e ver um simulador de pouso em uma das capitais. Haverá seminários de agronegócios, turismo e tecnologia, além de um desfile de vestimentas típicas africanas com modelos brasileiras de afrodescendência.

• Casa da Austrália
Onde: Centro de Convenções Bolsa do Rio – Praça XV
Quando: 6 a 12/8
Quanto: grátis
Imperdível porque: Organizado pela Comissão Australiana de Comércio e Investimentos (Austrade) no Brasil, o local terá exposição fotográfica sobre inovações australianas, experiência de turismo em realidade virtual 360° e seminários de educação para pessoas interessadas em estudar no país

• Casa da Dinamarca
Onde: Posto 10 – Ipanema
Quando: 2 a 21/8
Quanto: grátis
Imperdível porque: Exibições interativas e experiências vindas diretamente da Dinamarca são as promessas dos dinamarqueses. O local terá DJs e shows, além de bikes em exposição e uma casa de brinquedos para as crianças. Como legado, promete doar 65 bicicletas para o governo municipal, brinquedos para escolas e uma grande maquete com as atrações turísticas da cidade feita inteiramente de Lego.

• Casa da Finlândia
Onde: Visconde de Itaboraí, 78 – Centro
Quando: 13, 14 e 20 de agosto, 10h/18h; 21 de agosto, 10h/16h
Quanto: grátis
Imperdível porque: Funciona apenas nos finais de semana e promove um Natal fora de época com a visita do Papai Noel vindo diretamente da Lapônia. Conhecido pela excelência na educação, o país terá uma escolinha para crianças e suas famílias conhecerem mais sobre a cultura finlandesa.

• Casa do Japão
Onde: Praça XV (Centro) e Cidade das Artes – Barra
Quando:  5 a 21 de agosto e 7 a 18 de setembro, 12h/20h (dias 7 de agosto e 17 de setembro, apenas com convite)
Imperdível porque: Na Barra, a casa recepciona os atletas, familiares e todos os visitantes que quiserem ter uma experiência da renomada  hospitalidade japonesa. A principal exibição promove os Jogos Tóquio 2020.
No Centro, a Tokyo Caravan reúne projetos desenvolvidos por japoneses, como o artista Katsuhiko Hibino e o dramaturgo Hideki Noda. O primeiro organizou uma mostra com trabalhos feitos durante sua atuação em instituições de assistência social no Brasil. O segundo traz o resultado de um workshop cultural com artistas japoneses e brasileiros. Uma terceira exposição mostra os encantos turísticos da capital japonesa.

• Casa da Alemanha
Onde: Posto 11 – Leblon
Quando: 4/8 a 1/9
Quanto: grátis
Imperdível porque: Depois do sucesso na Copa do Mundo com um lounge na praia do Leme, a Alemanha volta com tudo para os Jogos. Seu pavilhão no Leblon será aberto a todos (capacidade máxima: 1.000 pessoas), com transmissão ao vivo, happy hour com DJs, shows, prática de modalidades esportivas, encontro com atletas e gastronomia alemã (paga à parte). A abertura no dia 4 de agostos, para convidados, acontece com a prefeita da cidade de Colônia, Henriette Reker. A festa segue durante os Jogos Paralímpicos. No intervalo entre os dois eventos, a casa abre nos dias 26, 27 e 28 de agosto.

• Casa México
Onde: Museu Histórico Nacional – Centro
Quando: 3/8 a 15/9
Quanto: grátis
Imperdível porque: Uma exposição de arqueologia chamada “A Magia do Sorriso” e outra infantil inspirada em Frida Kahlo são os destaques do espaço mexicano, que fica aberto até os Jogos Paralímpicos. Haverá uma área reservada para recepção dos atletas, comemoração de medalhas e coletivas de imprensa.

• Casa do Qatar
Onde: Casa Daros -Botafogo
Quando: 4 a 21/8
Quanto: R$20
Imperdível porque: O país-sede da Copa do Mundo 2022 quer mostrar aos visitantes sua história, música e gastronomia num espaço que simula um “souq”, mercado típico do país, com pintura de henna, caligrafia árabe e shawarmas (sanduíches). Uma das parcerias locais será com o chef Alex Atala. A entrada para a Bayt Qatar (“bayt” é casa, em árabe) é paga: R$ 20,00, por meio do site (inclui o consumo de duas entradas). O dinheiro arrecadado será doado ao projeto social Futuro Olímpico, que levará jovens brasileiros para treinar na capital, Doha. No Rio, o país vai contribuir com a instalação da biblioteca de uma escola pública bilíngue que abrirá no ex-museu Casa Daros.

• Casa da Jamaica
Onde: Restaurante Prado Grill – Praça Santos Dumont, 31, Gávea
Quando: 11 a 21/8
Quanto: R$85
Imperdível porque: Os jamaicanos prometem festas até a madrugada, com entradas que devem custar cerca de R$85 e que serão vendidas no site oficial de turismo da ilha. Comida autêntica jamaicana, drinks com rum e cervejas do país serão vendidos por lá. A programação começa às 16h, com uma feira de turismo, e a música rola a partir de 18h, quando um DJ esquenta o espaço com ritmos jamaicanos como mento, ska, reggae e dancehall. Entre 21h/1h, as corridas do atletismo passam nos telões e haverá shows ao vivo com Kymani Marley, filho de Bob, e as bandas I-Octane e Nature.

• Casa do Reino Unido
Onde: Parque Lage – Jardim Botânico
Quando: 5 a 21/8
Quanto: Entrada gratuita, porém, necessário registro antecipado no site britishhouserio.com.
Imperdível porque: A residência britânica oficial no Rio celebra as vitórias e apresenta o melhor do Reino Unido. Haverá programa cultural, festas e encontros de negócios. O explorador John Hemming, especializado em povos da Amazônia, dá uma palestra no dia 8 de agosto e o diretor Michael Boyd fala sobre Shakespeare no dia 17 de agosto.

• Casa do Canadá
Onde:
 Associação Atlética Banco do Brasil (Av. Borges de Medeiros, 829, Leblon)
Quando: a confirmar
Quanto: Aberta apenas para convidados
Imperdível porque: A casa terá o dobro da capacidade da que foi construída em Londres 2012 e espera receber 20 mil visitantes durante os Jogos. A ideia é criar um “oásis patriótico” canadense, no Rio, para os convidados poderem assistir aos jogos com conforto e ter um espaço de celebrações de medalhas. Haverá uma loja com produtos do Team Canadá, mas só para quem tiver acesso à área.

• Casa da China
Onde: Jockey Club, Victoria Hall (Praça Santos Dumont, 31, Gávea)
Quando:  5 a 20 de agosto, 11h/22h
Quanto: Apenas para convidados
Imperdível porque:  Haverá uma exposição sobre a cultura esportiva do país e um espaço para mostrar o projeto para os Jogos de Inverno 2022, incluindo exibição de equipamentos. A comida será preparada por chefes do grupo Hilton China.

• Casa dos Estados Unidos
Onde: 
Colégio São Paulo (Av. Vieira Souto, 22, Ipanema)
Quando: 
5 a 21 de agosto (loja, 10h/17h)
Quanto:
Apenas para convidados, porém, uma loja vendendo produtos Team USA vai estar aberta ao público. 
Imperdível porque: 
Com decoração estilo praiano, o espaço deve receber entre 700 e 1.000 pessoas por dia. Além das festas e dos telões para assistir às competições, será centro de negócios com eventos particulares – como um encontro de ex-estudantes da Stanford University. A comida ficará por conta de uma empresa paulistana, que vai misturar culinária brasileira com cachorros-quentes e hambúrgueres típicos americanos. Haverá uma exposição do projeto de Los Angeles para sede dos Jogos 2024, com imagens em 3D das arenas propostas pela cidade.

• Casa da Eslováquia
Onde: 
Le Monde (Av. das Américas, 3500, bloco 6, HongKong 2000, Barra da Tijuca)
Quando: 
5 a 21 de agosto, 11h/0h (no dia 4, abre às 16h)
Quanto:
Apenas para convidados
Imperdível porque:
Refeições típicas eslovacas ao longo do dia, como um nhoque com queijo “halušky” e outro, doce, com nozes ou papoula – além de cerveja, vinho e destilados locais. Haverá palestras sobre o país e apresentações de uma banda de folclore eslovaco.

• Hungria
Onde: 
Jockey Clube Brasileiro, Tribuna C (Praça Santos Dumont, 31, Gávea)
Quando: 
5 a 22 agosto, 15h/17h
Quanto:
Apenas para convidados, porém, os 100 primeiros a chegar entre 15h e 17h têm entrada liberada
Imperdível porque: 
O visitante poderá brincar com invenções húngaras, como um enorme cubo mágico (dá até para entrar na estrutura), e saborear a comida de rua local (sobremesas especiais, salsichas, vinhos e cervejas). Haverá apresentações do grupo Infusion Trio e um Aquabar para degustar 16 tipos de águas húngaras. Uma exposição digital mostrará a surpreendente trajetória Olímpica da Hungria, com as 482 medalhas do país.

• Casa da Polônia
Onde: 
Polônia Sociedade Beneficente (Rua das Laranjeiras, 540, Cosme Velho)
Quando: 
não divulgado
Quanto:
Apenas para convidados
Imperdível porque: 
Haverá encontros com medalhistas Olímpicos, reuniões com representantes de comunidades polonesas no Brasil, concertos de músicos locais, transmissões de competições e exibição de filmes de ficção e documentários.

• Casa da Pyeong Chang
Onde: 
Quiosques QL03/ QL04  (Avenida Atlântica, praia do Leme)
Quando: 
4 a 21 de agosto e 7 a 18 de setembro (horário a confirmar)
Imperdível porque: 
Sede dos Jogos de Inverno 2018, o condado sul-coreano traz um pouco desta experiência às areias cariocas. O visitante pode experimentar esportes de neve por meio de óculos de realidade virtual e um palco de frente para a praia terá degustação de comida coreana e performances de k-pop, taekwondo, música clássica e break-dancing.

Informações e comentários diretamente do site oficial da Rio 2016.

segunda-feira

4

julho 2016

0

COMMENTS

Série de documentários da Vox mostram o Rio que não será visto nas Olimpíadas

Written by , Posted in Imagem

Vox Docs Rio Olímpiadas URBe

Uma série de documentários da Vox mostra as consequências das ações tomadas pelo governo do Rio para realização dos Jogos Olímpicos. Na primeira parte da série mostraa como estão sendo isoladas áreas da cidade que não interessa mostrar,  até mesmo um muro sendo construído no acostamento de uma das pistas paralelas ao complexo da Maré e as remoções.

terça-feira

22

dezembro 2009

5

COMMENTS

Lula e a Rio 2016

Written by , Posted in Urbanidades

No discurso não tem pra ninguém, Lula é imbatível. Maior orador da história do país, um dia será dito.

Uma pena que nem tudo que ele fala possa se tornar realidade, na maior parte das vezes por forças além do seu alcance.

Por enquanto, ouvimos. Um dia veremos alguém fazer.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: