Letrux Archive

quinta-feira

14

março 2019

0

COMMENTS

Resumido: Coincidências

Written by , Posted in Digital, Urbanidades

Abaixo, todos os links comentados no 4º episódio do RESUMIDO (versão em áudio do URBe).

Como criei esse post no celular, dessa vez simplifiquei, apenas listando as URL mesmo.

O podcast está disponível em todas as plataformas, incluindo Spotify e Apple Podcasts.

Quem mandou matar?

A metástase
Link to A metástase

A metástase

O assassinato de Marielle Franco e o avanço das milícias no Rio

PM Ronnie Lessa, preso acusado de matar Marielle, é conhecido por ser exímio atirador e por sua frieza
Link to PM Ronnie Lessa, preso acusado de matar Marielle, é conhecido por ser exímio atirador e por sua frieza

PM Ronnie Lessa, preso acusado de matar Marielle, é conhecido por ser exímio atirador e por sua frieza

Lessa teria atirado contra o carro em que estava a vereadora; junto dele, estaria o ex-PM Elcio Vieira de Queiroz, que foi expulso da corporação ao se tornar réu na Operação Guilhotina

Coluna | Quem mandou matar Marielle? E por quê?
Link to Coluna | Quem mandou matar Marielle? E por quê?

Coluna | Quem mandou matar Marielle? E por quê?

Bolsonaro, que governa o Brasil pela administração do ódio, deveria ser o maior interessado em desvendar o crime

Atentado em Suzano

Facebook e… privacidade?

Opinion | Facebook Just Shoplifted Snapchat’s Best Idea
Link to Opinion | Facebook Just Shoplifted Snapchat’s Best Idea

Opinion | Facebook Just Shoplifted Snapchat’s Best Idea

The messaging platform figured out the value of privacy a long time ago.

Read Mark Zuckerberg’s Blog Post on His ‘Privacy-Focused Vision’ for Facebook
Link to Read Mark Zuckerberg’s Blog Post on His ‘Privacy-Focused Vision’ for Facebook

Read Mark Zuckerberg’s Blog Post on His ‘Privacy-Focused Vision’ for Facebook

Mr. Zuckerberg detailed plans to integrate Instagram, WhatsApp and Messenger so that people can communicate privately and directly across networks. The shift follows years of scandal for Facebook, which has been criticized over its handling of user data and the spread of disinformation.

Facebook CEO Mark Zuckerberg: The Kara Swisher interview
Link to Facebook CEO Mark Zuckerberg: The Kara Swisher interview

Facebook CEO Mark Zuckerberg: The Kara Swisher interview

Facebook CEO Mark Zuckerberg talks with Recode’s Kara Swisher about a litany of issues, including the Cambridge Analytica scandal and why Infowars and other conspiracy theorists, like Holocaust deniers, don’t get kicked off Facebook. He says he believes over-regulating tech companies is dangerous because it could advantage Chinese firms that don’t share Americans’ commitment to freedom of expression. Zuckerberg also talks about how he thinks VR and AR will change the future of work, explains why his 2017 tour of the U.S. was not a political campaign and says that if anyone should be fired for Facebook’s recent privacy stumbles, “It should be me.” However, he declines to fire himself, instead committing to an audit of all the other companies like Cambridge Analytica that had access to the most user data.

Here’s how we can break up Big Tech
Link to Here’s how we can break up Big Tech

Here’s how we can break up Big Tech

By Elizabeth Warren

Deep adaptation

The Climate Change Paper So Depressing It's Sending People to Therapy
Link to The Climate Change Paper So Depressing It’s Sending People to Therapy

The Climate Change Paper So Depressing It’s Sending People to Therapy

On average, three people read an academic paper. At least 100,000 have read this – and a lot of them haven’t taken it very well.

Feminismo para meninos

A feminist's guide to raising boys
Link to A feminist’s guide to raising boys

A feminist’s guide to raising boys

Before I became a mother, I thought my feminism was a battle fought and won. But having three sons has challenged everything

Tesla vc mesmo

The backyard mechanic who is taking on Tesla - The Boston Globe
Link to The backyard mechanic who is taking on Tesla – The Boston Globe

The backyard mechanic who is taking on Tesla – The Boston Globe

Rich Benoit just wanted to fix his Tesla. He ended up becoming a YouTube star.

Cultura

Robert Yang on Twitter
Link to Robert Yang on Twitter

Robert Yang on Twitter

“so many good third wave indie immersive sims are coming from european and russian culture… stuff like My Summer Car and Jalopy and now this, meticulously crafted first person games with no heroic conflict… just a mundane loneliness alleviated by intense attention to objects https://t.co/UHJqUGhWOn”

Formula 1 creates a sonic logo with the Chemical Brothers in 'fastest remix of all time'
Link to Formula 1 creates a sonic logo with the Chemical Brothers in ‘fastest remix of all time’

Formula 1 creates a sonic logo with the Chemical Brothers in ‘fastest remix of all time’

Three-second track is condensed version of full length music video

Anúncios

quinta-feira

7

março 2019

0

COMMENTS

Resumido: Golden Shower

Written by , Posted in Digital, Urbanidades

Em pleno carnaval, o terceiro episódio do RESUMIDO (versão em áudio do URBe), onde falei sobre Golden shower,

O podcast está disponível em todas as plataformas, incluindo Spotify e Apple Podcasts.

Mijo

Matéria da Folha: Foi ato político, diz dupla do ‘golden shower’ criticado por Bolsonaro

Presidente Abreu

O ator José de Abreu se auto proclamou presidente do Brasil através da sua conta no Twitter

Big Brother

Intercept: Por que você deveria usar uma máscara no carnaval neste ano

G1: Procurado por homicídio vai para o carnaval de Salvador vestido de mulher e é preso após ser flagrado por câmera

MIT Technology Review: China’s social credit system stopped millions of people from buying travel tickets

Letrux áudio

Yonder

Pocket: What Happened When I Made My Students Turn Off Their Phones

Aeon: And their eyes glazed over

Gizmodo: Delete Never: The Digital Hoarders Who Collect Tumblrs, Medieval Manuscripts, and Terabytes of Text Files

Todo mundo quem?

Exame: “Todo mundo quem?”: um perfil de brasileiros que não usam redes sociais

Site oficial da pesquisa: Todo mundo quem?

Cultura

quarta-feira

27

dezembro 2017

0

COMMENTS

Os bons discos de 2017

Written by , Posted in Música

A cada ano as muitas listas de melhores discos tem ficado cada vez menos homogêneas. E isso é muito bom.

O volume de lançamentos atual – e o fácil acesso a praticamente todos eles – torna impossivel dar conta de tudo.

Cada um entra numa viagem pessoal nas diversas plataformas de streaming, 3′ que um disco te leva a outro e a cada curva nesse emaranhado de gravações torna a experiência úmica.

Sim, as unanimidades seguem surgindo e e por mais que alguns discos pareçam onipresentes, isso vai se tornando cada vez mais a excessão do que a regra.

Como venho fazendo há alguns anos, em vez de “melhores”, temos os “bons discos de 2017. Esse ano juntei no mesmo post os brasileiros e de outros lugares do mundo (até onde consegui acompanhar).

Num universo cada vez mais voltado aos singles e repleto de bandas de uma música só, ouvir um disco inteiro é cada vez mais uma experiência especial.

E para o ouvinte, inundado de opções, essas listas talvez sirvam mais como um guia, iluminando o que possa ter passado batido – inclusive discaços de bandas que as vezes parecem de uma música só.

Vamos a turma de 2017. Em cada bloco, destaque para o mais importante na lista, o restante segue sem nenhum ordem especial.

Abaixo, uma playlist com uma música de cada disco escolhido pra facilitar chgar a cada um deles.

Segue a lista!

Brasil

Lucas Santtana, “Modo Avião”

O baiano Lucas inovou em seu sétimo disco. “Modo Avião” é um áudio-filme, termo cunhado por ele para definir a combinação de músicas e literatura em que um formato alimenta o outro para contar uma história. O disco físico é acompanhado de um livro de ilustrações, mas a melhor forma de acompanhar a história é de olhos fechados. Como o título deixa explícito, o disco é um convite a se desplugar e praticar um hábito que parece perdido: parar tudo e ouvir um disco, do início ao fim. Se a proposta soa ousada, quase um desafio nos tempos atuais, torna o bom resultado musical final ainda mais relevante, quase um manifesto.

Rincon Sapiência, “Galanga”

Felipe S, “Cabeça de Felipe”

Domenico Lancelotti, “Serra dos Órgãos”

Castello Branco, “Sintoma”

Mari Romano, “Romance Modelo”

Chico Buarque, “Caravanas”

Baco Exú do Blues, “Esú”

Letrux, “Em Noite de Climão”

Otto, “Ottomatopeia”

Cícero, “Cícero & Albatroz”

Mundo

Kendrick Lamar, “DAMN.”

Kendrick segue dominando o cenário hip hop mesmo quando faz “concessões” em prol de um disco “mais pop” (na definição dlee próprio). Letras, temas, bases, clipes e técnica de divisão e abrangência vocal impresionantes (antes, com uma banda ao vivo, ainda entregava um showzão) colocam Kendrick no topo, mesmo sem liderar a corrida de hits em que se transformou a cena.

Cosmo Pyke, “Just Cosmo”

Thundercat, “Drunk”

Mount Kimbie, “Love What Survives”

War on Drugs, “A deeper understanding”

Chastity Belt, “I Used to Spend So Much Time Alone”

Curtis Harding, “Face Your Fear”

Sampha, “Process”

Moses Sumney, “Aromanticism”

SZA, “Ctrl”

Mac DeMarco, “This Old Dog”

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: