dep Archive

sábado

6

julho 2019

0

COMMENTS

DEP: João Gilberto (1931-2019)

Written by , Posted in Música

foto: AFP/Getty 

João Gilberto, 1931-2019.

Hoje a brasileira morreu um pouco. Queria tanto te-lo visto tocar ao vivo… Dá um tristeza tão grande perder um gigante desses, ainda mais no momento atual. O que João construiu ninguém derruba. Que sirva de inspiração para todos nós.

Obrigado pelas músicas!

View this post on Instagram

João Gilberto foi o maior artista com que minha alma entrou em contato. Antes de completar 18 anos, aprendi com ele tudo sobre o que eu já conhecia e como conhecer tudo o que estivesse por surgir. Com sua voz e seu violão, ele refez a função da fala e a história do instrumento. Pôs em perspectiva todos os livros que eu já tinha lido, todos os poemas, todos os quadros, todos os filmes que eu já tinha visto. Não apenas todas as canções que ouvi. E foi com essa lente, esse filtro, esse sistema sonoro que eu passei a ler, ver e ouvir. Aos 88 anos, com aspecto de quem não viveria mais muito tempo, João morrer é acontecimento assustador. Orlando Silva, Ciro Monteiro, Jackson do Pandeiro, Ary, Caymmi, Wilson Batista e Geraldo Pereira não teriam sido o que são não fosse por João Gilberto. Tampouco Lyra, Menescal e Tom Jobim. Ou os que vieram depois. E os que virão. O Hino Nacional não seria o mesmo. O mundo não existiria. Sobretudo não existiria para o Brasil. Que era uma região ensimesmada e descrente da vida real fora de suas fronteiras. João furou a casca. O samba não seria samba sem Beth Carvalho cantando "Chega de Saudade". A música não seria música sem a teimosia de João. Ele foi uma iluminação mística. Nenhum aspecto do mundo que ele sempre tocou tão rente pode ameaçar a grandeza da verdade de sua arte. E isso era sua pessoa. É sua pessoa, em todos os sons gravados em matéria ou na minha memória. 🖤🌹 . 📸 1. Em SP, na inauguração do Credicard Hall em 1999. 2. Caetano e João – Buenos Aires, em 1999 3. Caetano, João e Gal | No estúdio da Tupi, em 71 4. Turnê na Europa, com @zecalveloso e Luana Costa (@lulu__costam) 5. Em 1990, durante o Festival Internacional de Jazz na França . #CaetanoVeloso #JoãoGilberto #RIPJoaoGilberto #ChegaDeSaudade

A post shared by Caetano Veloso (@caetanoveloso) on

Morre aos 88 anos João Gilberto, o pai da bossa nova
Link to Morre aos 88 anos João Gilberto, o pai da bossa nova

Morre aos 88 anos João Gilberto, o pai da bossa nova

O cantor e compositor João Gilberto, considerado o pai da bossa nova, morreu hoje, aos 88 anos, no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada por familiares do músico, como o filho Marcelo Gilberto e a neta Sofia, em mensagens publicadas nas redes soc

Análise: João Gilberto elevou nossa autoestima e transformou o Brasil em global
Link to Análise: João Gilberto elevou nossa autoestima e transformou o Brasil em global

Análise: João Gilberto elevou nossa autoestima e transformou o Brasil em global

Morreu o maior de todos. O pai nosso. Claro que há muitos candidatos ao título de nome mais importante da cultura brasileira, mas ninguém chega aos pés de João Gilberto. Machado de Assis, Guimarães Rosa e Clarice Lispector vêm sendo descobertos por aqu

João Gilberto, an Architect of Bossa Nova, Is Dead at 88
Link to João Gilberto, an Architect of Bossa Nova, Is Dead at 88

João Gilberto, an Architect of Bossa Nova, Is Dead at 88

Mr. Gilberto was the quintessential transmitter of the harmonically and rhythmically complex, lyrically nuanced Brazilian music, including a version of “The Girl From Ipanema.”

La melodía infinita | Adiós a Joao Gilberto
Link to La melodía infinita | Adiós a Joao Gilberto

La melodía infinita | Adiós a Joao Gilberto

Hace más de cien años, a un famoso luthier en Westfalia le pidieron una guitarra en madera de cerezo, para que sonara más dulce que ninguna. El encargo era de una cantante de ópera alemana; quería regalársela al hijo, que cantaba como los ángeles y se …

'Não sou um gênio e nem tenho voz privilegiada, é necessário trabalhar duro pelo produto final': Uma longa entrevista com João Gilberto | Blog do Acervo - O Globo
Link to ‘Não sou um gênio e nem tenho voz privilegiada, é necessário trabalhar duro pelo produto final’: Uma longa entrevista com João Gilberto | Blog do Acervo – O Globo

‘Não sou um gênio e nem tenho voz privilegiada, é necessário trabalhar duro pelo produto final’: Uma longa entrevista com João Gilberto | Blog do Acervo – O Globo

O baiano João Gilberto tinha aversão por entrevistas. Ao longo de sua carreira, poucos jornalistas conseguiram se sentar com o pai da bossa nova p…

Anúncios

quarta-feira

27

dezembro 2017

0

COMMENTS

segunda-feira

2

outubro 2017

0

COMMENTS

quarta-feira

27

setembro 2017

0

COMMENTS

domingo

27

agosto 2017

0

COMMENTS

DEP: Wilson das Neves (1936-2017)

Written by , Posted in Música

Wilson das Neves, 1936-2017.

Um dos grandes nomes e baterista fundamental da música brasileira, bamba da Império Serrano, Wilson das Neves era generoso. Como gostava de falar, gravou com mais de 500 artistas, incluindo o famoso disco de Elza Soares que leva seu nome, “Baterista: Wilson das Neves”, projetos de então garotos como a Orquestra Imperial (cujo DVD ao vivo co-dirigi) e seus próprios discos como crooner.

Chico Buarque foi um dos que mais recorreu as suas baquetas. Foi na gravação do disco “Carioca” que conheci Wilson melhor. Um dos trechos do documentário que dirigi sobre a gravina, “Desconstrução”, é inteiramente dedicado ao baterista mais elegante e carismático que já se viu.

Vai ser sempre lembrado pelo bordão “ô, sorte”. A sorte foi nossa, mestre.

Obrigado pelos sons!

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: