blogue Archive

terça-feira

9

fevereiro 2010

3

COMMENTS

Blogues, assessoria de imprensa e zona de influência

Written by , Posted in Urbanidades


imagem tungada daqui

O guia para uma boa asssessoria de imprensa online escrito por Lindsay Robertson é indispensável para quem trabalha em qualquer uma das pontas do ramo.

O tópico “escolha oito saites” foi destacado no saite Kottke e interessa a todos que trabalham com mídias digitais. Nele, Lindsay fala do método de trabalho de uma assessora de imprensa que conquistou o seu respeito:

“Ela escolheu oito blogues que cobriam o assunto relacionado ao seu cliente, TV, que ela gostava num nível pessoal e lia religiosamente, enviando para seus editores apenas conteúdo que ela imagina que fosse os interessar. Enquanto o resto do assessores de imprensa da companhia em que ela trabalhava estavam mandando e-mails para listas enormes na esperança de conseguir um espaço no Perez Hilton, Gawker, HuffPo ou onde fosse, essa assessora focava no segmento de saites com baixo tráfego, entendendo (corretamente) que hoje em dia conteúdo vem de baixo pra cima tanto quando de cima pra baixo e que regularmente saites menores, com sua habilidade de vasculhar mais fundo na rede e de maneira mais ágil, agem como fazendeiros para os saites grandes. Um saite pode ser muito influente sem necessariamente ter um número de acesso gigantesco, porque nem todo par de olhos são iguais.”

Bingo.

Anúncios

quarta-feira

30

setembro 2009

11

COMMENTS

Comente

Written by , Posted in Urbanidades

Calma, calma. Isso não é uma direta para você, querido leitor, que deixa comentários que enriquecem a discussão. Sua visita e opinião é sempre uma alegria.

O It’s Nice That abriu uma interessante discussão sobre os comentários feitos em saites.

Resgatando clássicos dos comentários online — como as hilários 1.500 ponderações sobre uma camiseta kitsch a venda na Amazon — a pergunta é até que ponto esse tipo de participação é válida e quando descamba pra inutilidade dos xingamentos ou superlativos redundantes.

Na minha experiência com o URBe, o que noto é que nas épocas que o saite começa a ser mais acessado do que a média (por variados motivos), o nível do comentários caem muito. Começa a aparecer gente só pra pertubar ou criar polêmica.

Quando as coisas estão mais calmas e a turma de sempre está por aqui acabam rolando muitos bons papos. É uma equação difícil de resolver.

quarta-feira

10

junho 2009

0

COMMENTS

segunda-feira

10

novembro 2008

0

COMMENTS

terça-feira

23

setembro 2008

0

COMMENTS

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: