terça-feira

8

outubro 2013

0

COMMENTS

Lançamento: Ylana, "Ylana" (2013)

Written by , Posted in Destaque, Música

YlanaQueiroga_Ylana_2013

Produzido pelo irmão, Yuri, “Ylana” é a estreia de Ylana Queiroga, filha do Maestro Spok (da Spok Frevo Orquestra) e Nena Queiroga, sobrinha de Lula Queiroga. Nele, a cantora reinterpreta composições de autores pernambucanos como Felipe. S (Mombojó), China, Alceu Valença, Ortinho, Junio Barreto, Siba, Mestre Capiba e, claro, Lula.

É mais um disco a engordar a lista de lançamentos feitos através do URBe esse ano. Os outros foram: Do Amor, Opala, Gabriel Muzak, Mahmundi, Maga Bo, Lucas Santtana e Trio Eterno (vou abrir um selo).

A própria Ylana apresenta a bolacha:

“Passamos seis anos preparando este meu primeiro disco. Chamo de “meu” apenas por trazer o meu nome estampado na capa, mas na verdade, trata-se de um trabalho feito em dupla.

“Eu e o meu irmão Yuri Queiroga, produtor do disco, Pensamos em tudo juntos,desde a primeira música que iria compor o repertório até a fábrica onde seria prensado. Essa cumplicidade que partilhamos desde que nascemos influenciou muito no resultado final do álbum. Foi um processo longo, porém, cada segundo investido, carregou uma importância grandiosa.

“Aprendemos muito e tivemos a oportunidade de testar intensamente a nossa sintonia artística. Um seguia completando a arte do outro e tudo naturalmente começava a se encaixar. Quando estávamos iniciando a pesquisa das músicas que iríamos gravar, percebemos que o ‘som’ do nosso estado estava bem presente nas nossas escolhas e isso nos levou à um repertório exclusivamente pernambucano.

“O disco traz a singela genialidade do mestre Capiba de mãos dadas com a riqueza poética de Siba ; A mistura da originalidade da nação zumbi com a inconfundível ‘brasilidade’ de Junio Barreto bem do ladinho da essência libertária de Manuca Bandini e da sensibilidade ímpar de Yuri Queiroga. Também conta com o lado mais doce de Ortinho e o romantismo refinado de China e Felipe, com a singularidade inspiradora de Isaar e a imensidão criativa do nosso gênio Alceu Valença. Com a intelectualidade sublime de Lula Queiroga ligada à musicalidade de Jam da Silva e Lulu Oliveira e por fim, com a intensa entrega de Guilherme Almeida

“É incrível e gratificante perceber que conseguimos reunir as diferentes gerações e linguagens destes compositores em um único disco, que também conta com a participação de mais 25 luxuosos artistas do atual cenário pernambucano.

“Foi ficando tudo tão bonito que eu até cheguei a pensar que a minha interpretação não ficaria à altura , na verdade, ainda não sei dizer se isso aconteceu, mas sei que foi uma deliciosa experiência de aprendizado e entrega. Foi emocionante perceber a transformação da minha voz com o passar do tempo , gravei as vozes do disco entre 2007 e 2011 e dá pra identificar a diferença vocal entre algumas musicas.

“A Produção de Yuri Queiroga tornou o disco contemporâneo e eternamente original, ele soube harmonizar com maestria todos os diversos sons captados colocando-os em perfeita sintonia e gerando um resultado de cair o queixo. Sou fã dele e não nego, já disse e repito com muito orgulho: esse disco é nosso!”

Ouça o disco abaixo:

Anúncios

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: