terça-feira

9

dezembro 2008

5

COMMENTS

Vai com a minha

Written by , Posted in Urbanidades

Não é nenhuma novidade que o futebol virou um negócio, sem alma nenhuma. Talvez as lágrimas de Edmundo e Pedrinho no rebaixamento do Vasco sejam as últimas manifestações de amor que vejamos de um jogador a um clube.

Mas essa foi demais. Milionário, gordo, em fim de carreira e após passar um ano treinando no Flamengo para se recuperar, Ronaldo, que sempre disse que sonhava defender seu clube do coração, faz uma opção profissional e vai para o Corinthians.

Óbvio que qualquer time do Brasil é mais organizado que o Flamengo. Mas… Pra quê? Ele acha mesmo que ainda tem algo a dar ao futebol, que pode ser um jogador competitivo?

Não. É mercenário mesmo. Não é a toa que defendeu times rivais por toda carreira (Barcelona e Real Madrid, Inter e Milan), sem nenhum pudor. Novidade nenhuma.

Com a sorte do Fla — e como nível técnico do futebol brasileiro na era São Paulo Tri — o cara vai acabar sobrando nesses campeonatos. Só porque não foi pra Gávea.

Deixe uma resposta

5 Comments

  1. Alexandre Fischgold
  2. Polla
  3. Ramon

Deixe uma resposta para Ramon Cancelar resposta

%d blogueiros gostam disto: