quarta-feira

14

maio 2003

0

COMMENTS

O vento que venta que venta lá…

Written by , Posted in Urbanidades

Como prometido, segue a história que aconteceu semana passada com uma empregada que trabalhou na minha casa.

Moradora no Cantagalo, em Ipanema, estava devendo um mês de aluguel e recebeu o ultimato: ou pagava até as 9h30 de sábado ou seria despejada. Isso foi numa quinta-feira.

Sábado, 9h30, como combinado, a proprietária apareceu. Não pagou e foi despejada na hora, expulsa mesmo. Pro diabo com a lei que lhe daria o direito de atrasar até três meses de pagamento, antes de receber uma ordem judicial para desocupar o imóvel.

O que não estava combinado era a presença de dois soldados do tráfico, sem camisas e portando fuzis. Todos sabem que os traficantes interferem em tudo no morro, inclusive em disputas entre proprietário e inquilino. O que poucos sabem é que esse papo de que são assistencialistas e suprem a ausência do Estado não é bem assim. As leis do morro são como as do asfalto. Elitistas ao seu modo.

Antes de ser expulsa, os traficantes autorizaram a dona do apartamento a confiscar o aparelho de tv e o de som. Era pra quitar o débito de apenas R$200.

Com os três filhos, todos móveis na rua e sem ter pra onde ir, ouviu dos traficantes: “Se arranjar outro lugar, pode voltar. Você não está sendo expulsa do morro, só dessa casa”. Ah, tá.

Anúncios

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: