terça-feira

22

março 2005

1

COMMENTS

O Globo, 22/03/2005

Written by , Posted in Imprensa

Moptop_2005.jpg

Matéria sobre o Moptop que escrevi para o Rio Fanzine (O Globo).

———

O Moptop encara suas influências

Bruno Natal

Influência. Este é o termo utilizado quando surgem bandas gringas com referências escancaradas, como Bloc Party (The Cure), The Rapture (Gang of Four) ou White Stripes (Led Zeppelin), para ficar em exemplos recentes. Mas quando alguma banda brasileira faz a mesma coisa, o adjetivo predileto é cópia mesmo.

Formado há pouco mais de dois anos por Gabriel Marques (vocal e guitarra), Rodrigo Curi (guitarra), Daniel Campos (baixo) e Mario Mamede (bateria), o Moptop — que toca amanhã no sebo Baratos da Ribeiro — sofreu com isso.

Parece com Strokes? Com certeza. O timbre de voz do Gabriel lembra o Rodrigo Amarante? Ahã. E essas batidas eletrônicas? Meio Franz Ferdinand, né? Pois é. Mas isso é um problema? Não. Sobretudo porque o som do Moptop — nome do corte de cabelo eternizado pelos Beatles — tem personalidade, além de letras bacanas. Gabriel explica:

— Uma música como “O rock acabou” é influenciada por esses caras porque foi feita numa época em que eu estava escutando aquilo. A gente não quer fugir disso. Mas tem outras camadas: MPB, Beatles, um pouco de Los Hermanos.

Da primeira demo para a segunda, a diferença é grande. As músicas em inglês — que causaram confusão no site do Strokes, com fãs pensando que se tratava do novo disco dos americanos, o que fez até uma gravadora de lá tentar levar a banda para os EUA — amadureceram, ganharam letras em português e mostram que o Moptop começa a encontrar um caminho próprio. Talvez, a mão de um produtor (como o admirador da banda Chico Neves) ajude nesse processo.

Utilizando uma bateria programada mais por necessidade do que por estilo, a demo “Moonrock” foi gravada no quarto de Gabriel, além de algumas sessões no estúdio Nas Nuvens, cedidas por Liminha, outro entusiasta do Moptop, um dos grupos selecionados para abrir o show do Placebo no Rio, no próximo dia 29.

No site do grupo (www.moptop.com.br.) dá para baixar as músicas, assistir ao clipe de “O rock acabou” e até brincar de mixar uma faixa.

BRUNO NATAL faz o URBe e adora “Os Incríveis”

Anúncios

Deixe uma resposta

1 Comment

  1. Maria Clara

Deixe uma resposta

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: