quinta-feira

4

agosto 2011

2

COMMENTS

"Gangue da Matriz", censura e mordomias

Written by , Posted in Música, Urbanidades

Quando sentou de frente para o computador para gravar um rap de protesto contra o aumento de 73% que os deputados deram a si próprios, Tonho Crocco (ex-vocalista do Ultramen, agora solo) não poderia imaginar a repercussão que sua música “Gangue da Matriz” teria.

Ofendido, o deputado Giovani Cherini (PDT) encaminhou ao Ministério Público uma representação e Tonho foi intimado e indiciado por “crimes contra a honra”.

É difícil até listar em quantos níveis essa ação está equivocada: trata-se de censura, uma arbitrariedade que fere a liberdade de repressão e o direito de protesto do artista – e de todos nós. Crime contra a honra é esse aumento obsceno.

Felizmente, Tonho não tremeu e está enfrentando a situação. Surpreso agora deve estar o deputado, com a repercussão que o caso está tomando.

Anúncios

Deixe uma resposta

2 Comments

Deixe uma resposta

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: