terça-feira

20

maio 2003

0

COMMENTS

Esquerda magnética

Written by , Posted in Urbanidades

O trânsito é uma das coisas mais estressantes do Rio. Primeiro, claro, porque é no carro que a grande parte dos casos de violência urbana tem acontecido. Segundo porque os motoristas cariocas desenvolveram uma estranha atração pela faixa da esquerda. Atração não, compulsão.

Pode ser a emoção de estar na pista de velocidade. Pode ser a adrenalina de ver uma Ranger desenfreada no retrovisor, piscando farol, coladinha na traseira do seu carro. Ou somente a falsa sensação de que seu Gol 1.0 realmente é capaz de correr. O fato é que essa esquizofrenia está transformando as ruas do Rio numa Londres tupiniquim.

Existem lugares que a qualquer hora do dia que se passar por ali, não precisa nem pensar, a pista da direita vai estar andando mais rápido. Elevado do Joá, Avenida das Américas e Borges de Medeiros são casos clássicos, padrão. Se existem os idiotas de plantão, correndo a 120km/h e exigindo que você ou saia da frente ou acelere junto, existe também uma turma que abusa da lerdeza. Adoram passear a 50km/h (40km/h se forem táxis, ah, os táxis…) em vias com velocidade máxima de 90km/h, engarrafando o trânsito e prejudicando todo mundo.

Pouca gente sabe, mas o Código Nacional de Trânsito prevê multas pra quem dirige a menos da metade da velocidade máxima: infração grave, menos 7 pontos na carteira por trafegar em velocidade inferior a permitida. Essa eu estou pra ver.

Anúncios

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: