sábado

25

janeiro 2020

0

COMMENTS

A escassez gera inovação

Written by , Posted in Digital

Sem acordo com a TV Globo, os jogos do Flamengo no Campeonato Carioca não estão sendo transmitidos. Para assistir as partidas ao vivo, só indo ao estádio.

Da escassez vem a inovação

A supresa da temporada é que torcedores têm feito transmissões ao vivo, direto da arquibancada, via ferramentas como Instagram e Periscope.

Enquanto filmam, comentam, brincam com a audiência que reclama da qualidade das imagens e tentam despistar os fiscais do estádio que tentam identificar os que estão transmitindo.

Alguns canais chegam a bater 50 mil espectadores simultâneos. Como parâmetro, o canal oficial do Flamengo no YouTube, 14 mil torcedores acompanhavam a narração sem imagens.

Da dificuldade surgem as oportunidades

O comentarista Téo Benjamin ficou famoso pelas análises táticas precisas no Twitter durante a Libertadores 2019 (e acaba de arrecadar 88 mil reais para lançar o livro “Outro Patamar”).

Agora Teo abriu um canal no Telegram, onde tem comentado os jogos em tempo real e já conta com mais 400 assinantes em apenas dois jogos de existência.

Revolução e novos formatos

No sábado, durante Flamengo x Volta Redonda, dava pra montar o seguinte combo para assistir a partida: live da arquibancada + narração de rádio + análises no celular.

Surge um novo formato. A customização dos elementos pode ser o futuro das transmissões esportivas. As pessoas gostam de montar os produtos ao seu gosto.

Não será surpresa se nesse período em que as transmissões independentes são a única opção surgir uma nova voz – e uma nova cara – pra falar sobre Flamengo. A oportunidade está aberta, é questão de ser criativo.

A internet vive e anarquia online mais uma vez aponta novos caminhos.

Anúncios

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: