terça-feira

14

fevereiro 2006

3

COMMENTS

Boa noite e boa sorte

Written by , Posted in Urbanidades

good night and good luck.jpg

Dando continuidade ao seu interesse pelas relações entre as indústrias das comunicação e do entretenimento e a política, já retratada em sua estréia como diretor em “Confissões de uma mente perigosa” (“Confessions of a dangerous mind”), George Clooney retorna ao tema em “Boa noite e boa sorte” (“Good night, and good luck”).

O filme se passa nos anos 50, quando o senador Joseph McCarthy promoveu uma cruzada contra comunistas e cidadãos americanos simpatizantes à causa — mesmo sem provas — conhecida como operação “Caça as bruxas”. Edward R. Murrow (David Strathairn), apresentador da rede CBS, com a ajuda do produtor Fred Friendly (Clooney), foi um dos poucos a protestar contra a caçada publicamente.

Num momento em que a imprensa dos EUA passa por um momento delicado, de poucos questionamentos, divertindo mais do que informando, Clooney (co-roteirista) pinçou essa passagem da história política dos EUA para falar do presente.

Mesclando imagens de arquivo do senador com reconstituições do que se passou na redação do programa “See it now”, apresentado por Murrow, o recado é tão direto quanto as imagens em preto-e-branco fazem parecer: a imprensa não tem o direito de se omitir.

Em certos momentos os diálogos podem interessar mais a quem é do ramo. Nada que comprometa a qualidade do filme. Continua excelente, tanto do aspecto técnico (fotografia, direção, atuações) quanto na mensagem proposta pelo roteiro.

O filme é um alerta, assim como um apelo por mudanças. Tanto é que se desdobrou no saite Report it now, dedicado a instigar a participação da sociedade nas questões de imprensa. Com “Boa noite e boa sorte”, Clooney está fazendo a sua parte.

Anúncios

Deixe uma resposta

3 Comments

  1. Fils
  2. Rod

Deixe uma resposta

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: