segunda-feira

24

setembro 2012

0

COMMENTS

As sequóias milenares e o tempo

Written by , Posted in Imagem, Urbanidades

Numa visita ao parque Muir Woods, nos arredores de São Francisco, vi sequóias de mais de mil anos. Pensa nisso. Árvores que estão na terra há mais de um milênio, sobrevivendo a todo tipo de desastre natural. Impressionante, até que hoje li sobre o bristlecone pine, também da Califórnia, pinheiros que passam dos 5 mil anos.

Quando se pensa nos EUA, raramente se associa o país a natureza. No entanto, é um dos lugares do mundo com mais parques e áreas de conservação. Não é tão exuberante quanto a Amazônia, mas tem lugares lindos. Muito disso é graças ao Wilderness Act, de 1964, que protege esses locais.

A definição de wilderness é um lugar ermo, selvagem, inabitado, áreas geográficas tidas como importantes para conservação da fauna e da flora.

Foi numa placa no Joshua Tree, outro parque sensacional e de novo na Califórnia, só que no sul, nas redondezas de onde acontece o Coachella, li a definição poética e sucinta de wilderness usada no tal ato:

“A wilderness, in contrast with those areas where man and his own works dominate the landscape, is hereby recognized as an area where the earth and community of life are untrammeled by man, where man himself is a visitor who does not remain.”

Em português: “Uma área selvagem, em contraste com as áreas em que o homem e suas próprias obras dominam a paisagem, é reconhecida como uma área onde a terra e a comunidade de vida são desembaraçadas pelo homem, onde o próprio homem é um visitante que não permanece.”

Anúncios

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: