clipe Archive

terça-feira

14

março 2017

COMMENTS

Snoop Dogg x BadBadNotGood em “Lavender ft. Kaytranada & Snoop Dogg (Nightfall Remix)”

Written by , Posted in Música

snoop-dogg-lavender

A caminho do Brasil para shows no Rio e em SP, os canadenses do BadBadNotGood tiveram uma das faixas de “IV”, seu disco mais recente, escolhidas por Snoop Dogg para ganhar um remix e um clipe bombástico.

Em seu “Nightfall Remix” da versão original de “Lavender (feat. KAYTRANADA)”, Snoop recupera seu discurso combativo do início de carreira nos anos 90 e deita rima atrás de rima contra o presidente Trump. Dirigido por Jesse Wellens, do canal PrankvsPrank, o clipe segue a mesma linha.

About these ads

terça-feira

24

janeiro 2017

COMMENTS

terça-feira

17

janeiro 2017

COMMENTS

Deu tudo errado e tudo certo no novo clipe do Young Thug

Written by , Posted in Música, Sem categoria

yountthugwyclefjean

O diretor Ryan Staake produziu uma comédia de erros sobre o que aconteceu quando Young Thug simplesmente não apareceu no set para gravar seu próprio clipe de “Wyclef Jean”. Fazendo do limão uma limonada, o diretor pegou as cenas que conseguiu filmar sem o rapper, intercalou com comentários sobre tudo que deu errado e produziu um clipe hilário.

Em 2002, o diretor Roman Coppola fez algo parecido em “Funky Squaredance”, do Phoenix, quando em vez de executar sua idéia para o clipe, limitou-se a explicar em texto e poucas imagens como seria o vídeo, que acabou incluído no acervo do MoMA.

sexta-feira

6

janeiro 2017

COMMENTS

A estranha história do MC Beijinho e o sucesso de “Me Libera Nega”

Written by , Posted in Digital, Música

mc-beijinho

O clipe da música foi lançado dia 27 de dezembro (um dia após “Deu Onda (meu pau te ama)”) e já bateu quase meio milhão de visualizações só na publicação original. Mais bizarro do que a velocidade que esses hits estão pegando, é a história por trás da canção (mesmo sem ter certeza se acredito nisso tudo).

O resumo dos bastidores de mais um possível hit do verão é esse aqui:

A música é de autoria do baiano Ítalo Gonçalves Conceição, que ficou conhecido depois de cantar o refrão do hit ao ser preso, em novembro do ano passado, por roubo. Na época, a cena ficou famosa e levou Ítalo, que virou MC Beijinho, até produtores na Bahia que o chamaram pra gravar a música oficialmente e produzir um clipe. O cantor e compositor baiano Filipe Escandurras, conhecido por criar hits como “Lepo Lepo”, também gravou a faixa e está fazendo sucesso com ela.

Uma história assim correndo em paralelo a dia repletos de rebeliões no falido sistema penitenciário brasileiro. É pra pensar.
2017 promete.

O negócio começou assim:

Ganhou gravação e clipe oficiais, virou hit e agora está assim:

Caeatano, claro, já caiu dentro (Luan Santtana, Simone e Simaria e o jogador Daniel Alves também):

quarta-feira

4

janeiro 2017

COMMENTS

MC G15: 2017 chegou dando onda

Written by , Posted in Digital, Música

mcg15
MC G15 (fonte: Facebook)

Nove dias. Foi tudo que MC G15 precisou – além, supõe-se, de um bom investimento de mídia – para estourar “Deu Onda” em escala nacional e cravar o possível hit do verão.

Desde o lançamento do clipe dia 26 de dezembro no Canal Kondzilla (um atalho para o sucesso atualmente), uma busca básica no YouTube soma 100 milhões de execuções. Fora 8 milhões no Spotify. A música encabeça a lista viral também do Apple Music e Deezer. O G1 apontou um dado interessante: “o clipe com a faixa sem palavrões, lançado há 10 dias, já tem cerca de 32 milhões de acessos. Destes acessos, 5 milhões aconteceram entre 20h do dia 31 e 15h do dia 1º.” Annita e Neymar já citaram a música. A letra, uma declaração de amor que fala em “meu fechamento é você”, já está se tornando um hino da fidelidade, com jogadores de futebol como Ricardo Goulart postando clipes dançando com sua respectiva.

A letra não é essa fofura toda, no entanto. Na versão não-comercial, “o pai te ama” vira “meu pau te ama” e segue por esse caminho. Produzida por Jorgin DJ, a base rasteirinha (que não é exatamente uma rasteirinha, segundo o produtor Leo Justi em comentário num post do Omulu sobre a música) é muito boa, como tem sido algumas dessa safra ostentação do funk paulista. O produtor RD da NH sempre se destaca, com produções para nomes como MC Livinho. Nada estoura, é tudo pra trás, minimalista, longe dos tradicionais tamborzão ou volt mix.

Agora é ver se MC G15 consegue se segurar ou vai tão rápido quanto chegou, num ciclo que vem ficando cada vez mais curto.

“Meu Pau te Ama” (versão proibidão):

“Deu Onda” (versão light):

Versão sem censurando a palavra maconha (em pleno 2017…):

About these ads