sexta-feira

31

março 2017

COMMENTS

Emicida, Rael, Capicua, Valete, “Ela”

Written by , Posted in Música

LinguaFranca_Emicida_Rael_Capicua_Valete_Ela

Emicida e Rael se juntaram aos MCs portugueses Capicua e Valete para lançar “Língua Franca”. Com produção de Kassin, Fred Ferreira e Nave, “Língua Franca” mistura as diferentes experiências, realidades e sensibilidades musicais de todos eles, tendo a rima e a língua como ponto de encontro.

Ouça “Ela”, um groove chapado viajando da Avenida Paulista ao Terreiro do Paço, em Lisboa.

About these ads

terça-feira

28

março 2017

COMMENTS

Digitaldubs ft. Cedric Myton & Afromandinga, “In the Beginning”

Written by , Posted in Música

Digitaldubs ft. Cedric Myton Afromandinga - In the Beginning

Sem lançar nada oficialmente desde 2013, o Digitaldubs reativou o selo com uma nova música. “In the Beginning” traz a lenda jamaicana Cedric Myton, do cultuado The Congos, em parceria com os Afromandinga, misturando reggae roots, dub e afrobeat,  embalada pela batida do nyahbhingi (a música rastafari original).

Produzida e mixada pelo próprio Digitaldubs, o instrumental é um remix da música “Zimbabwenin” de André Sampaio & os Afromandinga, lançada no álbum Desaguou (2013). Com a nova roupagem, a música resurge tendo a guitarra de André como linha guia, e uma base pesada de baixo e bateria fazendo cama pras notas agudas da voz de Cedric. É fácil fazer um paralelo entre entre esse novo som e o clássico trabalho do The Congos no estúdio do Lee Perry nos anos 1970.

O clipe mostra o “Congoman” subindo a Pedra Bonita, no Rio, com participação de um dos primeiros percussionistas a gravar o ritmo nyahbhingi na Jamaica, Bongo Joe. Em maio sai o vinil da faixa, acompanhada de uma versão dub e outra com a lenda jamaicana MC Ranking Joe nos vocais.

terça-feira

28

março 2017

COMMENTS

domingo

19

março 2017

COMMENTS

O balanço chapado do Spaniol

Written by , Posted in Música

friteaqui
foto retirada do mural do evento da festa no FB

Uma noite e três supresas:

Supresa 1. Espaço Éden e seu sound system

puregroove

Com um sistema de som Pure Groove, o chão do Edén treme com o grave macio, médios e agudos brilhando e som limpo, coisa rara em casas e festas do Rio. O piso de madeira e o tamanho reduzido da escura pista principal ajudam a aumentar a pressão sonora. O lugar conta ainda com outras duas pistas: uma no térreo e um terraço, numa atmosfera que  tem um pouco de Bunker 94 e um pouco de Fosfobox. Capitão da Wobble, Rodrigo S está a frente da direção artística da casa, que vem abrigando noites com DJs (de festas bacanas como O/NDA,  Somm, Batekoo, Magma) como  Omulu, Leo Justi, Tampenpi e outros. Escolha um dia que o estilo de som seja a tua praia que já vale a visita.

Surpresa 2. Sonido Tropico

sonidotropico_rio

A festa de SP se descreve assim:  “O Brasil é conhecido popularmente pela muvuca sonora cósmica que apela para os afro-deuses latino americanos e clama pela catuaba brazuco-selvagem. O Sonido Trópico veio para evocar o xamã da pluralidade cultural e difundir Eletroselva”. Os paulistas tem feito visitas ao Rio e a festa está pegando, notadamente entre uma galera mais nova do que os frequentadores da Selvagem e afins. Bela renovada.

Surpresa 3. Spaniol

Eletro com elementos latinos, batuques de cúmbia voando sobre linhas de baixo da escola dub, flautas se derretendo em efeitos e percussões estalando por toda parte. O amasso suave e chapado as vezes lembra o dub techno dos alemães do Rhythm & Sound (Basic Channel), outras o house progressivo e enfumaçado dos ingleses do Leftfield. Com diversas produções próprias ao longo do mix, o set do Spaniol segue um alinha bastante coesa, como se fossem músicas de um mesmo artista, porém sem com isso ser repetitivo ou cansativo. Pura meditação de pista.

quinta-feira

16

março 2017

COMMENTS

About these ads