sexta-feira

20

maio 2016

COMMENTS

Vídeo desvenda a maneira como rappers articulam suas rimas

Written by , Posted in Imagem, Música

Rappers rimas URBe

Um vídeo publicado pela Vox explicou de maneira bem didática as técnicas e estilo de alguns dos maiores rappers – onde colocar a tónica das sílabas sobre diferentes batidas, para fazer fluir suas rimas de maneira única.

É demais que alguém tenha feito esse estudo, um mestrado de rap em 12 minutos. Porém, é ainda mais impressionante pensar que algo tão intrincado nasce de maneira instintiva, através do talento de cada rapper.

sexta-feira

20

maio 2016

COMMENTS

As mudanças do Instagram

Written by , Posted in Digital

instagramlogo

As mudanças no feed do Instagram (exibindo os posts filtrados por algoritmos em vez de cronologicamente) são pra promover a monetização. E vai funcionar lindamente, porque ninguém ali é bobo. Lembre-se, foram comprados pelo Facebook, que já fez diversas modificações no mesmo sentido, todas recebidas com desprezo pelos usuários mais ativos e, mesmo assim, bem sucedidas financeiramente. E tem mais mudanças nesse sentido, como finalmente oferecer aos usuários dados analíticos sobre seus seguidores e contas.

Um exemplo claro está relacionado a celebridades/blogueiras e etc. Esses usuários comumente fazem posts patrocinados (pagos por algum anunciante) e o Instagram não ganha uma parcela disso. Com o novo feed, pra um post pago aparecer para os seguidores, o autor vai ter que… pagar pelo anúncio para o Instagram, de certa maneira dividindo os lucros. O mesmo vale para marcas que usam o canal para realizar vendas.

Eventualmente, alguns usuários podem até abandonar o Instagram e migrar para outras redes, mais legal e livre. Serão minoria. É um risco calculado, o Instagram sabe que uma galera abandona. E se a tal nova rede bombar, adivinha? Eles vão lá e compram de novo.

A verdade é que, no fim das contas, mesmo tendo que pagar, possivelmente os usuários terão resultados melhores nesse novo modelo, possivelmente.

O Instagram custou milhões para ser desenvolvido e outros mais para ser mantido. Tem gente ganhando dinheiro na plataforma. Eles vão precisar lucrar de alguma forma, afinal, são uma empresa. Ou eles cobram os usuários ou cobram de quem faz dinheiro ali dentro. Escolheram a segunda opção, claro.

Há outros artigos falando que com essas mudanças, diminuem a importância das contas bombásticas de milhões de seguidores. A estratégia para se divulgar uma mensagem mais efetiva será disseminá-la em diversas redes com menos de 10k seguidores, pois esses posts vão aparecer bem mais, por proporcionalmente gerarem mais vizualizações e likes do que os posts de quem tem milhões de seguidores.

quinta-feira

19

maio 2016

COMMENTS

Membros do Rage Against the Machine, Cypress Hill e Public Enemy estão formando supergrupo

Written by , Posted in Música

Rage Against the Machine, Cypress Hill, Public Enemy supergrupo URBe

Lançado há dois dias, a página prophetsofrage.com mostra uma contagem regressiva que se encerra dia 31 de maio. Quem registra o e-mail para receber novidades, acaba por também ganhar uma misteriosa imagem com os dizeres “Clear the way for the prophets of rage”, ou em português, “Deixe o caminho livre para os profetas da raiva”, que nada é mais é do que um verso da música “Prophets of Rage”, do Public Enemy. A hashtag #TakeThePowerBack, que leva o nome de uma música do Rage Against The Machine, também surgiu no Twitter.

Esse é o início da divulgação de um supergrupo que está sendo formado pelos integrantes do RATM (com exceção de Zack de la Rocha), B-Real (Cypress Hill) e Chuck D (Public Enemy). No primeiro momento, muitos fãs do RATM esperavam que se tratasse de uma possível volta do grupo (sem se apresentar desde 2011) e que o fato coincidiria com as atuais campanhas para a eleição presidencial americana, que tem como principal personagem o conservador de extrema direita Donald Trump.

Cartazes do projeto também foram espalhados pelas ruas de Los Angeles. Só falta uma música ser lançada.

 

Via Pitchfork.

 

quinta-feira

19

maio 2016

COMMENTS

BADBADNOTGOOD anuncia disco “IV” para julho e divulga música nova

Written by , Posted in Música

BADBADNOTGOOD IV URBe

O BADBADNOTGOOD deu mais detalhes sobre o lançamento de seu próximo álbum, “IV”, que sai no dia 8 de julho. O disco vai contar com as participações de Mick Jenkins, Kaytranada, Colin Stetson, e Charlotte Day Wilson.

Ouça “Time Moves Slow”, parceria do grupo com Sam Herring, vocalista do Future Islands. A faixa foi divulgada no programa de Zane Lowe em seu programa no Apple Music.

“IV”

As músicas:

01 – And That, Too
02 – Speaking Gently
03 – Time Moves Slow [part. Sam Herring]
04 – Confessions Pt. II [part. Colin Stetson]
05 – Lavender [part. Kaytranada]
06 – Chompy’s Paradise
07 – IV
08 – Hyssop of Love [part. Mick Jenkins]
09 – Structure No. 3
10 – In Your Eyes [part. Charlotte Day Wilson]
11 – Cashmere

A capa:

BADBADNOTGOOD IV Capa URBe

quinta-feira

19

maio 2016

COMMENTS

Filme sobre o Stooges será apresentado no festival de Cannes

Written by , Posted in Imagem, Música

The Stooges Gimme Danger URBe

Dirigido por Jim Jarmusch, o documentário “Gimme Danger” conta a história da banda mais icônica de Michigan e uma das mais importantes a influenciar o movimento punk, o The Stooges.

O filme foca na emergência musical da banda e o legado histórico, cultural e político deixado por sua música. Segundo Jarmusch, que também leva o filme “Paterson” ao festival, “nenhuma outra banda na história rock’n’roll rivalizou com o Stooges na combinação primal, pesada de psicodelia, blues, letras sucintas e angustiadas e  o rosnado de leopardo de um frontman que, de alguma forma, incorpora Nijinsky, Bruce Lee, Harpo Marx, e Arthur Rimbaud. Não há precedente para os Stooges, enquanto aqueles inspirados por eles agora são uma legião”.

Jim ainda completa dizendo que o trabalho é mais um “ensaio” do que um documento. “É a nossa carta de amor para, possivelmente, a maior banda da história do rock n roll, e apresenta a sua história, suas influências e seu impacto, com algumas imagens e fotografias nunca antes vistas”. E completa, “como os Stooges e suas músicas, ‘Gimme Danger’ é um pouco selvagem, desarrumado, emocional, engraçado, primitivo, e sofisticado da maneira mais refinado .”

“Gimme Danger” estreia no festival de Cannes na próxima quinta-feria, 19.