segunda-feira

15

fevereiro 2016

COMMENTS

Dancehall, a verdadeira origem de “Work” e o Tropical House

Written by , Posted in Música, Texto

Work Dancehall Tropical House URBe

Mesmo não sendo unanimidade entre os críticos, o novo single de Rihanna agradou o público e acabou alcançando o top 10 das paradas americanas. O carro-chefe de seu novo disco, “Anti”, foi classificado pela Rolling Stone como uma “gostosa música de tropical house”. E é aí onde está o erro. Na verdade, “Work” nada mais é do que uma canção de dancehall, estilo musical jamaicano surgido no fim dos anos 70.

O tropical house teve início um início recente, mais precisamente em 2014 quando o DJ australiano Thomas Jack usou o termo para denominar seu estilo, um house com um ritmo mais lento, quase sempre acompanhado de flautas, tambores e outros instrumentos originários do Caribe e África, que dão um clima tropical à sua música. Apesar do próprio Thomas Jack considerar o tropical house batido, o mainstream o adotou o estilo ao longo desses dois anos, gerando por exemplo os sucessos mais recentes de Justin Bieber “Sorry” e “What Do You Mean?”.

Se não levarmos em consideração a diferença cronológica, o “dancehall” e o “tropical house” não estão tão distantes assim. A batida viciante do single mais recente de Bieber, “Sorry”, traz em sua composição o riddim “Dembow”, que teve seu nome tirado da música “Dem Bow”, de Shabba Ranks, um dos maiores artistas de dancehall dos anos 90. Vale lembrar que Skrillex, produtor da canção de Bieber, é conhecido por adotar o estilo em sua música, assim como seu parceiro de Jack Ü, Diplo, faz no grupo Major Lazer.

As raízes do dancehall podem ser encontradas na Jamaica do fim dos anos 60 com a explosão do ska, ritmo dançante que combinava folk jamaicano (também conhecido como mento) com o calypso caribenho mais o jazz e r&b americano. Com o passar do anos, a Jamaica se viu no meio de uma crise econômica que levou o país a pobreza e altos índices de criminalidade. Assim, o ska foi perdendo velocidade e agregando letras politizadas, dando origem ao reggae, popularizado mundialmente por Bob Marley.

Após a morte de Marley, o reggae já estava difundido no mundo inteiro, mas na Jamaica os músicos já estavam fazendo uma música um pouco mais acelerada, e a novidade se dava pelos lançamentos do que ficou conhecido como “B-side Versions”, que eram faixas instrumentais lançadas nos lados-b de compactos da época. DJs jamaicanos começaram a cantar e fazer rap em cima dessas versões, sendo precursores do hip-hop americano e também do… dancehall! Usando novas tecnologias, produtores criaram variadas bases para os DJs da época, que as usavam em diferentes músicas.

Finalmente, chegamos a “Work”! O instrumental do single foi lançado originalmente por Richie Stephens na canção “Take Me Away”, de 1998, porém, a base já foi usada em quase 20 músicas como podemos conferir neste vídeo. O dancehall que foi sucesso nos anos 90 e sumiu parece estar voltando, mas é importante sempre lembrar das origens desse estilo, principalmente quando se trata de uma artista caribenha e tão representativa para a música como a Rihanna.

Talvez esteja na hora de filmar a parte 2 do Dub Echoes, documentário que produzi e dirigi com Chico Dub sobre a influência do dub jamaicano no surgimento da música eletrônica e do hip hop.

Via The Nerd Writer.

Anúncios

Anúncios