URBe | por Bruno Natal

URBe | por Bruno Natal

Cultura digital, música, urbanidades, documentários e jornalismo. Não foi exatamente assim que começou, lá em 2003, e ainda deve mudar muito. A graça é essa.

Digital Archive

segunda-feira

25

janeiro 2016

COMMENTS

“Kopimashin”, a máquina de cópias do co-fundador do Pirate Bay

Written by , Posted in Digital

Kopimashin URBe

No fim de 2015, o co-fundador do The Pirate Bay, Pete Sundae, postou um vídeo em sua conta no Vimeo onde mostra o que diz ser uma máquina de cópias, ou como batizada, uma “Kopimashin”. Em entrevista ao Torrent Freak, Pete diz que a ideia da invenção é “mostrar o absurdo que é processo de colocar um valor a uma cópia” e complementa dizendo que o aparelho não causa perigo nenhum a indústria.

A “Kopimashin” consiste apenas de um dispositivo Raspberry Pi (micro-computador do tamanho de um cartão de crédito), um display LCD e um código Python, que está fazendo 100 cópias de “Crazy”, do Gnarls Barkley, por segundo, o equivalente a 8 milhões de cópias por dia e $10 milhões em prejuízo. Os arquivos são armazenados em um dispositivo nulo que descarta toda informação escrita nele.

A máquina de cópias de Pete possui um display onde além de computar o número de cópias feitas, mostra os supostos danos, em dólares, sofridos pela RIAA (Associação da Indústria de Gravação da América), que há anos briga na justiça contra o The Pirate Bay, os acusando de pirataria. Caso os valores reivindicados pela RIAA estejam corretos, a “Kopimashin” irá falir a indústria em breve. A ideia de Pete é justamente provar que as perdas reclamadas são tão fictícias quanto os números que aparecem no display da máquina.

Pete Sundae foi condenado a um ano de prisão em abril de 2009, além de ter que pagar uma multa no valor de 905 mil dólares. Foi preso em março de 2014 em Malmö, na Suécia, e solto em novembro do mesmo ano. O especialista em computação pretende finalizar mais 13 Kopimashins para vendas e exibições, além de buscar uma menção no livro dos recordes pelo feito.

Via Torrent Freak

 

 

terça-feira

19

janeiro 2016

COMMENTS

Na batida das drum machines online

Written by , Posted in Digital

Drum Machine roland 909 URBe

Uma dos brinquedos mais divertidos para os amantes da música eletrônica são as drum machines online.

Navegadores, como o HTML-909, hospedam emuladores de drum machines nos quais é possível tocar e gravar as batidas criadas pelo usuário. Os endereços variam, assim como as máquinas e suas características. O HTML-909, por exemplo, simula o clássico sintetizador TR-909, da Roland. O errozero, por sua vez, dispõe online uma versão do TB-303, sintetizador famoso para os fãs de acid house.

Se você não sabe como tocar o “aparelho”, o site typedrummer.com faz todo o trabalho para você. Basta escrever qualquer palavra ou frase que automaticamente uma sequência de batidas será tocada, com base na ordem das letras escritas.

 

 

terça-feira

12

janeiro 2016

COMMENTS

Panasonic anuncia o relançamento dos toca-discos Technics

Written by , Posted in Digital, Imagem

technics URBe

A Panasonic anunciou o relançamento de sua famosa linha de toca-discos Technics após seis anos do fim de sua produção. Criada em 1972 e conhecida por sua qualidade e durabilidade, o aparelho deixou de ser produzido sob alegações de que “sua vendas não seriam representativas para a empresa”.

Hoje, a Panasonic pensa bem diferente. Em declaração ao site “Wired”, o executivo da empresa, Michiko Ogawa, declarou que “os toca-discos são um produto icônico e muito importantes da marca Technics”.

O novo modelo, o SL-1200G, é o primeiro lançamento do tipo desde o SL-1200 MK6, lançado em 2007.

Via Noize.

terça-feira

15

dezembro 2015

COMMENTS

Conheça o Vidme, plataforma de publicação de vídeos sem necessidade de conta

Written by , Posted in Digital

Vidme URBe

Criada por Alex Benzer e Warren Shaeffer, o Vidme é uma plataforma que permite aos usuários subir vídeos curtos, de pouca relevância, sem a necessidade da criação de conta. Assim como o Imgur, site de hospedagem de fotos, o Vidme surgiu pela já consolidada rede social Reddit, conhecida pelo grande fluxo e compartilhamento de arquivos.

Com quase dois anos de existência, a empresa já acumula pouco mais de 3 milhões de dólares em investimento e planeja o desenvolvimento de animações originais, projeto liderado pelo ilustrador e designer gráfico Stefan Bucher.

O Vidme também pretende mudar os conceitos de arrecadação, permitindo marcas segmentarem sua publicidade pelos interesses dos usuários dentro do site, e anúncios de no máximo cinco segundos.A plataforma já está disponível no desktop e também em app para iOS e Android.

sexta-feira

30

outubro 2015

COMMENTS